H1N1 2018 – Começa hoje campanha de vacinação contra gripe

Começa hoje a campanha de vacinação contra a gripe, ou Influenza. Até 1º de junho 54,4 milhões de pessoas em todo o país devem se imunizar. Como se sabe, um dos vírus mais perigosos, o A/H1N1, pode até causar morte. Então, a melhor forma de se prevenir é a vacina.

A campanha tem como astro ninguém menos que o rei Pelé e objetiva vacinar os chamados grupos prioritários, que são:

💉 Pessoas a partir de 60 anos;

💉 Crianças de seis meses aos menores de cinco anos;

💉 Gestantes e mulheres que tiveram filhos até 45 dias depois do parto (puérperas);

💉 Professores das redes pública e privada

💉 Povos indígenas;

💉 Presos e pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas;

💉 Funcionários do sistema prisional.

👉 ATENÇÃO – Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais também devem se vacinar. Este público deve apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receberem a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

Para se vacinar logo e gratuitamente, procure o posto ou Unidade Básica de saúde.

No dia 12 de maio, quando ocorre a mobilização nacional, estarão abertos 65 mil postos de vacinação, sendo 37 mil de rotina e 28 mil volantes, com envolvimento de 240 mil pessoas. Também estarão disponíveis, para a mobilização, 27 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais.

O Ministério da Saúde alerta para que as pessoas se vacinem dentro do prazo da campanha para evitar gripe e seus possíveis agravamentos. É preciso que todos estejam devidamente protegidos antes do inverno chegar, já que a vacina precisa de 15 dias para garantir a proteção.

A vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou, até mesmo, óbitos. Ela protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da OMS, (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). Neste ano, apenas a cepa da influenza A (H1N1) não foi alterada: A/Michigan/45/2015 (H1N1)pdm09; A/Singapore/INFIMH-16-0019/2016 (H3N2); e B/Phuket/3073/2013.

vale mais

Anúncios

COMPRA ONLINE – Aliexpress anuncia megapromoção de 28 a 30 de março

Semana que vem uma boa oportunidade de se conseguir bons descontos em itens importados. De 28 a 30 de março, o AliExpress, um dos maiores sites de venda online do mundo, comemora seu 8º aniversário com uma mega-promoção: mais de 200 milhões de produtos com ofertas de mais de 50% e chances de conseguir descontos extra. Como o site fica na China, o horário de início e término para o Brasil será anunciado em breve. Vamos aguardar.

Smartphone que vai entrar em oferta na mega-promoção que vai de 28 a 30 de março do site chinês Aliexpress, aqui
Vale lembrar que toda importação vinda de pessoa jurídica está sujeita a impostos de 60%, mesmo que seja valor inferior a 50 dólares. Portanto, não estranhe se sua compra for barrada no baile. Comemore, se chegar ilesa da silva 🙂 .

Mas, olha só: cerca de 100 milhões de pessoas ao redor do mundo compram no Aliexpress hoje. Durante a promoção, os consumidores poderão receber cupons de descontos ainda maiores, anuncia o site. A promoção de aniversário promete abranger mais de 40 categorias do site, entre elas moda, tecnologia, casa e jardim, decoração, entre outras.

O aquecimento para a grande promoção já começou, veja aqui. Até o dia 27 de março, os clientes podem se familiarizar com as negociações e descontos e deixar seu cadastro em dia para aproveitar os 3 dias de promoção.

A partir do dia 27 de março, blogueiros do mundo todo e também do Brasil vão contar suas experiências de compra e fazer review de produtos no AliExpress Live, o canal online e ao vivo da AliExpress. Quem estiver ao vivo ainda poderá ganhar brindes e prêmios.

Cartaz da promoção de 28 a 30 de março do site de vendas online Aliexpress

Durante a super venda, várias promoções-relâmpago serão realizadas com os membros efetivos do site, que vai premiar conforme o nível do comprador: quanto maior a interatividade com a AliExpress, maior o valor dos cupons distribuídos. Além disso, haverá um “Pague e Ganhe”, no qual os clientes que gastarem acima de 100 dólares poderão participar do “Flip & Win Game”, que premiará com cupons de marcas famosas e viagem de 3 dias para duas pessoas no exclusivo Westin Blue Bay Resort and Spa, em Hainan, paraíso tropical ao sul da China.

Informações: Promoção de Vendas AliExpress

Alguns produtos que estarão na Promoção de Vendas AliExpress:

Tênis de corrida masculina, R$ 257, aqui
Tênis de corrida masculina, aqui

Óculos HD, aqui

 

 ❤ Receba as boas notícias de vale mais no celular 📲.
Salve o número
011 9 9985-3577 e
envie a frase Eu Quero no WhatsApp. Pronto!

vale mais

 Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana  

 vale mais não se responsabiliza por alterações de preços; ausência de produtos em lojas físicas, comércio online, estoques e tampouco durante promoções; links rompidos ou inexistentes; informações enviadas com incorreções. Imagens dos sites das empresas citadas. Preços de 21 de março de 2018.

MEU BRASIL BRASILEIRO – Receita da verdadeira caipirinha

A verdadeira caipirinha, que leva apenas limão, açúcar, gelo e cachaça que, dizem, foi criada em Piracicaba, ganhou o mundo nestes últimos 100 anos e virou símbolo da bebida mais brasileira. A centenária é tão brasileira que em 2003 foi considerado patrimônio nacional pelo Governo Federal garantindo a propriedade de criação.

Caipirinha tradicional do Botequim Carioca, que fica em Santo André, na Grande São Paulo

Por não menos, que durante esse tempo fizeram várias versões com mistos de frutas e substituições da cachaça, mas nada se compara com a boa e velha caipirinha. Segundo Chef Melchior Neto, que comanda premiado Botequim Carioca e dispõe de um vasto cardápio de caipirinhas, o que conquista na bebida é a simplicidade que deu certo “A caipirinha é, sem sombra de dúvidas, a bebida favorita nacional. Poucos ingredientes, não precisa de muito para ser apreciada e aprovada pelos consumidores. É a bebida mais pedida do nosso cardápio.” afirma Neto.

Para o chef, o segredo de quem prepara a bebida é a escolha dos ingredientes, pensando sempre que os produtos devem ser de qualidade e legítimos da receita. Um exemplo é o limão, que o mais apropriado é o taiti, pois é menos ácido.

A cachaça também faz diferença na degustação da caipirinha, há boatos que cachaças artesanais e envelhecidas combinam mais com o toque crítico do limão, mas há quem prefira a cachaça branca, conhecida por ser engarrafada logo após a destilação. “Essa substituição normalmente é realizada por conta da facilidade de encontrar a cachaça branca, mas vale lembrar que não há uma desvantagem de sabor em nenhuma das duas.” explica o chef Melchior Neto.

Depois desses ingredientes um tanto quanto amargos, a açúcar vem para finalizar a caipirinha com o gelo e está pronta para apreciar com moderação… há 100 anos. Abaixo segue a receita de caipirinha que é preparada no Botequim Carioca.

Ingredientes:

1 limão taihti

2 colheres de sopa de açúcar

100 ml de cachaça

Modo de Preparo:

Corte o limão ao meio de cima para baixo e remova a parte branca do centro (isso que amarga a caipirinha).

Faça cortes na casca das metades para facilitar a maceração.

Coloque as duas partes no copo, em seguida acrescente o açúcar e dê apenas duas espremidas no limão para não tirar suco da casca que também amarga.

Coloque gelo picado até a borda do copo, complete com as doses de cachaça e mexa bem.

 ❤ Receba as boas notícias de vale mais no celular 📲.
Salve o número
011 9 9985-3577 e
envie a frase Eu Quero no WhatsApp. Pronto!

Link:

Botem Carioca

vale mais

 Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana  

 vale mais não se responsabiliza por alterações de preços; ausência de produtos em lojas físicas, comércio online, estoques e tampouco durante promoções; links rompidos ou inexistentes; informações enviadas com incorreções. Imagens dos sites das empresas citadas. Preços de x de x de 2017.

SAUDÁVEL- Nutricionista dá dicas de alimentos pós-Carnaval

 

Final de semana pós-Carnaval merece um pouco de descanso e atenção voltada para a alimentação. A nutricionista das estrelas Patrícia Davidson sugere estes alimentos para todo folião que entrou na folia. E agora merece se cuidar bem!

Alimentos indicados para o pós-Carnaval pela nutricionista das estrelas Patricia Davidson em seu Instagram

Os vegetais verde-escuros, entre os quais brócolis, e grão de bico e lentilhas são boas pedidas para a comida salgada. As frutas que ela destaca são abacate, coco seco, água do coco verde, kiwi e abacate.

Ela diz em seu Instagram que uma boa dica é se alimentar nos lanches e refeições com vegetais e frutas em sucos e shakes. “Evite também a proteína animal em excesso por alguns dias, pois assim o corpo não fica sobrecarregado e o processo de eliminação de toxinas é otimizado. Descansem também, hein!”, ensina.

Logo whatsapp Receba as boas notícias de vale mais no celular 📲 . Crie um contato para vale mais no número  011 9 9985-3577 e envie a frase Eu quero no WhatsApp. Pronto!

vale mais

 Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana  

 vale mais não se responsabiliza por links rompidos ou inexistentes; informações enviadas com incorreções. Imagens da conta de Patricia Davidson do Instagram.

CARNAVAL- 24 makes pra ninguém ficar de cara limpa

 

É Carnaval e tá em cima da hora para ir para a rua e entrar no bloco ou curtir na praia, no clube, na casa dos amigos. Na roda de cerveja. No bar da esquina.  Mas antes, importante dar aquele trato no visual e nos cabelos. Selecionei algums makes para ninguém ficar sem inspiração. E se bater aquela crise de imaginação, só copiar ou adaptar com a maquiagem que você já tem.

Nove makes de Carnaval para ninguém ficar com a cara limpa

Os cabelos são importantes e vale mais prender em lugares onde o calor vai pegar.

Penteado bem preso ou solto com brilho – faça sua escolha para brincar com cabeça feita
Logo whatsapp Receba as boas notícias de vale mais no celular 📲 . Crie um contato para vale mais no número  011 9 9985-3577 e envie a frase Eu quero no WhatsApp. Pronto!
Mais nove makes que incluem a Juliana Paes, gatinha e looks exóticos
Olha as borboletas pousando e causando um arranjo de diva
Bom Carnaval tem pouco pano e muita criatividade

vale mais

 Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana  

 vale mais não se responsabiliza por links rompidos ou inexistentes; informações enviadas com incorreções. Imagens do Instagram.

EU ME CUIDO – Carnaval terá 100 milhões de camisinhas de graça

A folia está chegando e além do confete, serpentina e glitter, quem é esperto carrega camisinhas. Se você está duro para comprar, não precisa se preocupar: o Ministério da Saúde garante o preservativo de graça:  no Carnaval, 100 milhões serão distribuídos em todo o país.

Cidades onde as 100 milhões de camisinhas serão distribuídas durante o Carnaval. Pegue a sua é de graça!

Pudera. Dados da Pesquisa de Conhecimento, Atitudes e Práticas apontam queda no uso regular de camisinhas entre a faixa etária de 15 a 24 anos, tanto com parceiros eventuais – de 58,4% em 2004 para 56,6%, em 2013 – como com parceiros fixos – queda de 38,8% em 2004 para 34,2% em 2013.

“Esse quantitativo é relevante porque, como um dos motes da campanha é #vamoscombinar, queremos que os foliões se conscientizem da importância do uso de preservativos” explicou o ministro Ricardo Barros, que comanda o ministério.

Ao todo, durante o mês de fevereiro, o Ministério da Saúde está distribuindo 106 milhões de preservativos masculinos, 200 mil femininos e 3,8 milhões de unidades de gel lubrificante para todo o Brasil.

 

Prevenir é Viver o Carnaval #VamosCombinar é o tema da Campanha de Prevenção. A campanha dá continuidade à lançada durante o Dia Mundial de Luta Contra a Aids, em 1º de dezembro, e visa fortalecer às diversas formas de prevenção às infecções sexualmente transmissíveis como o HIV/aids junto ao público jovem.

O lançamento da campanha foi ontem, em Salvador. O cantor Léo Santana, o grupo Fit Dance e os blocos Olodum e Ilê Aiyê deram aquele esquenta no evento. A campanha terá continuidade ao longo do ano de 2018, com ações nas principais festas populares do Brasil (São João, Parada LGBT, carnavais fora de época, eventos regionais).

Também serão distribuídos preservativos e folders em estradas de pedágio em Minas Gerais e Goiás. As ações de prevenção são realizadas nos carnavais de rua durante a passagem dos blocos e das escolas de samba em Salvador, Recife, Olinda, Belo Horizonte, Brasília, Ouro Preto, Diamantina (MG), João Pessoa, Rio de Janeiro e São Paulo.

Atualmente, 830 mil pessoas vivem com HIV/Aids no Brasil e, destas, 548 mil em tratamento. Durante as ações, também estão confirmadas a presença do homem e da mulher camisinha.

Estima-se que 136 mil pessoas ainda não sabem que estão com HIV e que 196 mil sabem que tem o HIV e não estão em tratamento.

De acordo com pesquisa do Ministério da Saúde, os jovens são os que menos usam preservativos, razão pela qual são foco da campanha.

Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (Pense), realizada nas escolas de todo o país com adolescentes de 13 a 17 anos, reforça esse cenário: 35,6% dos alunos não usaram preservativos em sua primeira relação sexual. O mesmo estudo aponta que, quanto mais jovem, menor é o uso da camisinha. Enquanto 31,8% dos jovens de 16 e 17 anos não usaram preservativos em sua primeira relação sexual, esse índice sobe para mais de 40% entre os jovens de 13 a 15 anos.

O hábito de não usar camisinha tem impacto direto no aumento de casos de e aids entre os jovens. No Brasil, a epidemia avança na faixa etária de 20 a 24 anos, na qual a taxa de detecção subiu de 14,9 casos por 100 mil habitantes, em 2006, para 22,2 casos em 2016. Entre os jovens  de 15 a 19 anos, o índice aumentou, passando de 3,0 em 2006 para 5,4 em 2016.

Panorama – Estima-se que 830 mil pessoas vivem com o HIV. De acordo com o Boletim Epidemiológico de HIV e Aids divulgado no final do ano passado, a epidemia no Brasil está estabilizada, com taxa de detecção de casos de aids em torno de 18,5 casos a cada 100 mil habitantes, em 2016. Isso representa 40,9 mil casos novos, em média, no último cinco anos.

O Brasil apresentou, em 2016, queda de 5,2% dos casos de taxa de detecção de aids em relação a 2015, com 18,5 registros para cada grupo de 100 mil habitantes em relação a 2015 (19,5 casos). Já a mortalidade apresenta redução desde 2014, passando de 5,7 óbitos por 100 mil habitantes em 2014 para 5,2 casos, em 2016.

Em relação à faixa etária, a taxa de detecção quase triplicou entre os homens de 15 a 19 anos, passando de 2,4 casos por 100 mil habitantes, em 2006, para 6,7 casos em 2016. Entre os com 20 a 24 anos, passou de 16 casos de aids por 100 mil habitantes, em 2006, para 33,9 casos em 2016. Já nas mulheres, houve aumento da doença entre 15 a 19 anos – passou de 3,6 casos para 4,1.

Quanto à forma de transmissão, a doença cresce entre homens que fazem sexo com homens, mudando o perfil, nos últimos 10 anos, quando a proporção maior de caso era de transmissão heterossexual. Na comparação a 2006, observa-se aumento de 33% nos casos de transmissão de homens que fazem sexo com homens.

Dolutegravir – Atualmente, o SUS disponibiliza às pessoas vivendo com HIV o medicamento  dolutegravir, considerado como o melhor tratamento contra o HIV/aids no mundo. Cerca de 300 mil pacientes portadores do vírus receberão o tratamento em 2018. O novo medicamento apresenta um nível muito baixo de eventos adversos, o que é importante para os pacientes que devem tomar o medicamento todos os dias, para o resto da vida. Com menos eventos adversos, os pacientes terão melhor adesão e maior sucesso no tratamento.

Com Agência Saúde, do Ministério da Saúde

vale mais

 Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana 

 vale mais não se responsabiliza por: alterações de preços; ausência de produtos em lojas físicas, comércio online, estoques e tampouco durante promoções; links alterados ou corrompidos; informações passadas com incorreções. Foto Ministério da Saúde.