🎪 Todo mundo vai ao circo

Quem nunca foi ao circo? Pois se todo mundo vai, o Sesc programou o Festival Internacional do Circo, que este ano está em sua terceira edição _e termina neste domingo. E os preços, são convidativos: algumas atividades são gratuitas e alguns espetáculos, mesmo internacionais, custam até R$ 25.

O Sesc listou algumas das apresentações que ocorrem em 12 unidades da instituição. Vamos dar uma checada no que o Sesc diz, logo abaixo. Antes, olha só que documentário feito para o festival e para a Internet, “As Voltas que o Mundo Dá”, com a Cia K e cia Cabelo de Maria:

• A última aduela (hoje, 15h no Sesc Itaquera, amanhã e domingo, 14h, no Sesc Osasco). Com uso do quick change, recurso em que um artista troca de roupa como num passe de mágica, os personagens ganham um figurino que parece um arco-íris. A mudança nada mais é do que uma reflexão sobre a superficialidade e a vaidade; sobre ditaduras e dinâmicas de poder.

• As voltas que o mundo dá (hoje, 20h no Sesc Campo Limpo, sábado, 16h, Sesc Interlagos, e domingo, 17h, Sesc Interlagos) tem números aéreos, acrobáticos e de virtuose física, acompanhados por uma orquestra itinerante que mistura sons dos Bálcãs, valsa e música cigana.

Espetáculo Pelat, da Espanha, que rolou no Sesc Carmo, foto de Carol Araújo
Espetáculo Pelat, da Espanha, que rolou no Sesc Carmo, foto de Carol Araújo*

• Inspirado em um número de malabarismo do circo tradicional, o artista Lumineiro criou Tudo se Encaixa (sábado, 11h30, Sesc Belenzinho, e às 18h no Sesc Consolação; domingo, 13h Sesc Santana e 17h Sesc Pompéia), em que manipula três caixas vazias de charutos no ar. Quando jogadas para cima, elas são equilibradas em diversas posições, ao mesmo tempo em que ele levanta as pernas, os braços e gira em seu próprio eixo.

logo• Um artista, um tronco de árvore e alguns espectadores. Eis a matéria-prima de Pelat (hoje, 17h30, Sesc Bom Retiro, sábado 15h Sesc Campo Limpo, e domingo, 13h, Sesc Campo Limpo), um espetáculo do qual todos participam direta ou indiretamente e o show nunca se repete. A ideia é resgatar as práticas de uma época em que as atividades profissionais eram mais coletivas. A linguagem cênica se inspira em coreografias despercebidas das atividades agrícola e artesanal.

• Sobre uma mala em pé, fica um cilindro. Sobre o cilindro, uma prancha. E sobre a prancha, o palhaço equilibra uma bola no nariz e ainda faz malabares. De Partida (sábado e domingo, 12h, Sesc Santana) é o novo espetáculo da tradiocional Cia Suno.

A programação completa do Festival, neste link aqui

image*  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  * 

vale mais

♥  O blog para quem quer curtir coisas boas e economizar!  ♥

Siga a gente nas redes sociais  _ só clicar nos ícones abaixo:

facebook_logo_detail           Twitter_logo_blue           Instagram_Icon_Large           Google+

⇒ vale mais não se responsabiliza por alterações de preços e ausência de ingressos para os espetáculos, tampouco sobre alterações de agendas e programação. *3 de junho de 2015, Licença Creative Commons.
Anúncios

Deixe seu recado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s