GRIPE H1N1 – Como e quando lavar as mãos corretamente para evitar contágio

A gripe H1N1 não dá folga! E uma das principais formas de prevenção do contágio desse terrível vírus de gripe _que pode levar à morte_ é a higienização correta das mãos.

A Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), que reúne especialistas em infectologia, alerta para que todos redobrem seus cuidados nestes tempos de influenza.

Lavar as mãos com frequência é uma das medidas de prevenção contra a gripe H1N1, foto do U.S. Department of Agriculture, fevereiro de 2006
Lavar as mãos com frequência é uma das medidas de prevenção contra a gripe H1N1, foto do U.S. Department of Agriculture, fevereiro de 2006

Recomenda  “cinco mandamentos” para manter as mãos limpas e se proteger contra doenças infecciosas. A Organização Mundial da Saúde, OMS, até criou uma data para isso, 5 de maio, para lembrar a ação.

Afinal, lavar as mãos é simples, barato e traz ganhos de prevenção incalculáveis.

Ah, você pode copiar e colar no seu WhatsApp e enviar mensagens para seus amigos e familiares para que todos saibam se proteger contra a terrível gripe.

Logo whatsapp Receba as boas notícias de vale mais no celular 📲 . Crie um contato para vale mais  no número  011 9 9985-3577 e envie a frase Eu quero no WhatsApp. Pronto! 

Tá fácil!

Conheça os 5 “mandamentos”:

1º) Lave as mãos sempre antes das refeições para evitar a auto-contaminação;

2º) Higienize as mãos também antes e depois de ir ao banheiro;

3º) Não se esqueça de lavar as mãos após tossir ou espirrar sobre elas (lembrando que o ideal é proteger as secreções com o antebraço e não com as mãos, de acordo com a “etiqueta antigripe” sugerida pelos médicos, pois a mão acaba sendo um agente de contaminação poderoso, por tocarmos com frequência em pessoas, lugares e objetos).

4º) Não deixe de higienizar as mãos após usar o transporte público (ônibus, trem e metrô), mexer com dinheiro e ao sair locais de serviços de saúde, como postos e hospitais.

5º) Ao chegar em casa, faça deixe suas mãos limpas para proteger o ambiente e a família de agentes infecciosos, que podem tê-las contaminado na rua.

Imagem bacana de higienização das mãos para enviar por WhatsApp para amigos! De gea79on, julho de 2012
Imagem bacana de higienização das mãos para enviar por WhatsApp para amigos! De gea79on, julho de 2012

Passo a passo para lavar as mãos com água e sabão

1 – Tire anéis e pulseiras;

2 – Molhe as mãos e aplique o sabão;

3 – Esfregue a palma e o dorso das mãos, os dedos e os pulsos;

4 – Atenção às pontas dos dedos: esfregue-as as pontas de uma mão na palma da outra e vice-versa, para limpar sob as unhas;

5 – Enxague bem as mãos;

6 – Seque com toalha de papel ou de tecido (se for em casa).

Álcool gel

Se estiver na rua e não for possível lavar as mãos, faça uso de álcool gel (70%) que normalmente é oferecido nos estabelecimentos. Se for possível, leve um pequeno frasco com você.

A higienização das mãos – seja ao lavá-las com água e sabão, seja com o uso do álcool gel (70%) no dia a dia – evita a contaminação por diversas doenças infectocontagiosas como as gripes, as viroses, conjuntivites e problemas gastrointestinais, por exemplo.

Para quem não sabe, a sujeira nas mãos é uma das mais significativas fontes de autocontaminação, com agentes infecciosos que se espalham por meio do contato.

“Importante lembrar que lavar as mãos com água e sabão ou ao usar o álcool gel é a medida mais custo-efetiva (mais econômica) para combater as infecções relacionadas aos serviços de saúde, mas também para garantir a saúde e qualidade de vida da população no dia a dia”, afirma a médica infectologista Carla Sakuma Oliveira, coordenadora do Comitê de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde, da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI).

Carla explica que o ideal é usar água e sabão, mas se não for possível, o uso de álcool gel (70%), oferecido em estabelecimentos ou que as pessoas levam na bolsa, é eficiente para barrar os germes.

Segundo ela, é fundamental criar o hábito de higienizar as mãos. “A palma das mãos é um lugar, assim como os dedos e sob as unhas, que carrega muitos agentes infecciosos.

Como as pessoas tem o hábito de levar as mãos ao rosto com frequência, é importante mantê-las limpas ao sair do transporte público, dos serviços de saúde e depois de mexer com dinheiro, por exemplo.          

vale mais recomenda procurar o médico da empresa de onde você trabalha, do convênio ou de uma Unidade Básica de Saúde em casa de sintomas ou se estiver em dúvidas.

≡ GRIPE H1N1 – Como se prevenir e se cuidar

Importante saber mais:

≡ GRIPE H1N1 – Saiba a diferença entre as vacinas trivalente e tetravalente

≡   SAÚDE – Vacinação contra gripe H1N1 começa dia 11 em SP

≡   GRIPE H1N1 – Onde encontrar clínicas de vacinação em todo o país

vale mais

 Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana  

 vale mais não se responsabiliza por alterações de informações e informações transmitidas ao blog com imprecisões. Imagens com licença Creative Commons.
Anúncios

2 comentários sobre “GRIPE H1N1 – Como e quando lavar as mãos corretamente para evitar contágio

Deixe seu recado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s