Arquivo da categoria: Alimento

SAUDÁVEL E GOSTOSO – 21 receitas salgadas e doces com inhame

Agora que todo mundo já sabe que o inhame é um aliado e tanto na prevenção e tratamento de febre amarela, dengue e malária, hora de colocar a mão na massa. A jornalista e escritora ligada a assuntos da saúde Sonia Hirsch, dona do blog que leva seu nome e que gosto de acompanhar, traz várias receitas fáceis fáceis com o tal, gostoso e nutritivo.

Inhame ou taro fica muito bom em vários pratos, salgados ou até doces – receitas mais abaixo da jornalista e escritora Sonia Hirsch*

Tem sopa, mousse, torta e muito mais. Mas antes, bom saber um pouco mais sobre o inhame com a própria Sonia:

O inhame limpa o sangue
É um dos alimentos medicinais mais eficientes que se conhece: faz muitas impurezas do sangue saírem através da pele, dos rins, dos intestinos. No começo do século já se usava elixir de inhame para tratar sífilis. Acredita-se que foi uma das primeiras plantas cultivadas no planeta.

FORTALECE O SISTEMA IMUNOLÓGICO
Os médicos orientais recomendam comer inhame para fortificar os gânglios linfáticos, que são os postos avançados de defesa do sistema imunológico. Curioso que a forma do inhame seja tão semelhante à dos gânglios. Ele é riquíssimo em zinco, que aumenta nossas defesas.

É MAIS PODEROSO QUE A BATATA
E tem a vantagem de ser nativo, enquanto a semente da batata é importada. Inhame dá com fartura em qualquer lugar úmido. Em vez de apodrecer na cesta, como a batata, ele brota e produz mais inhames. Nas mulheres aumenta a fertilidade porque contém fitoestrógenos, hormônios vegetais, importantes na menopausa e após.

MEDICINAL É O PEQUENO, CABELUDO
Marronzinho por fora, com a pele variando de roxo a branco. Existem ainda o inhame-do-norte e o cará, maiores e mais lisos, que são muito bons para comer mas não têm o mesmo poder curativo do inhaminho (também chamado de inhame chinês ou cará chinês).

Inhame não é tubérculo. Pasme: é cormo. Com M.

COMA E AME! RECEITAS

CRU

Salada de inhame
Rale e tempere com sal marinho e limão ou com molho de soja. É muito forte. Um leproso que se escondeu no mato e só tinha inhame cru para comer ficou inteiramente curado depois de alguns meses.

Vitamina com inhame
Ponha no liquidificador um inhame, uma cenoura, alguns ramos de salsa (ou outra folhinha verde, como coentro ou hortelã) e o suco de duas laranjas, com mais água se desejar. Tudo cru. Dá para dois copos.

O inhame às vezes pinica
tanto nas mãos quanto na boca. Isso indica que aquele inhame específico é rico demais em cristais de ácido oxálico e, nesse caso, é bom cozinhá-lo para neutralizar o ácido. Como há muita variação nos cultivares de inhame, o conteúdo de ácido oxálico (que pode dar pedra nos rins e dificultar a absorção de cálcio e ferro) também varia. O inhame branco japonês parece ser o mais apurado de todos, com teor baixíssimo do ácido.

DE CUSCUZEIRA

Cozido no vapor
Ponha alguns inhames com casca e tudo na parte superior da cuscuzeira, ou numa peneira sobre uma panela com água fervendo, e tampe. Depois de meia hora espete com o garfo para ver se estão macios. Nessa altura a casca solta com muita facilidade, basta puxar que sai inteirinha. É aí que o inhame tem o sabor mais simples e gostoso.

Purê de inhame
Depois de cozinhar os inhames no vapor ou na água, solte a casca e amasse com um garfo; junte um pouquinho de manteiga e de sal marinho, ou molho de soja, e misture bem. Só precisa ir ao fogo de novo se for para esquentar.

Pastinhas de inhame
São ótimas para passar no pão e substituem muito bem as pastas de queijo nas festas. A base é um purê de inhames cozidos e amassados, ao qual se acrescentam azeite ou manteiga, folhas verdes picadinhas (salsinha, manjericão, coentro, cebolinha) ou orégano; uma beterraba cozida e batida no liquidificador com inhame e um tantinho de água vai produzir uma pasta rosada; inhame batido com azeite, alho, água e sal faz uma delícia de molho tipo maionese. Use a criatividade e ofereça aos amigos uma coisa nova de cada vez!

DE FRIGIDEIRA

Inhame sauté
Depois de cozidos e descascados, corte os inhames em rodelas ou pedaços; esquente manteiga ou azeite numa frigideira; ponha os inhames, e sobre eles bastante folhas verdes picadinhas (salsa ou cebolinha ou manjericão ou coentro ou orégano ou…); umas pitadinhas de sal marinho; mexa rapidamente, baixe o fogo e deixe grudar um pouquinho no fundo para ficar crocante.

Inhame frito
É muito mais gostoso do que batata. Faça exatamente como faz com ela: corte em rodelas finas ou palitos, frite em óleo bem quente e deixe escorrer sobre um papel que absorva a gordura.

Pizza de frigideira
Rale inhames crus, misture com farinha de arroz ou de milho, tempere a gosto; achate a massa numa frigideira antiaderente e deixe assar dez minutos de um lado, dez do outro. Com alguma prática dá para fazer isso numa chapa bem quente, levemente untada. O ponto da massa não deve ser nem seco nem aguado.

DE PANELA

Inhoque de inhame
Faça exatamente como faz inhoque de batata: cozinhe os inhames, descasque, amasse com farinha de trigo e uma pitada de sal marinho até a massa ficar com a consistência do lóbulo da orelha. Enrole em cordões, corte, ponha para cozinhar de pouco em pouco numa panela com água fervendo. Quando os inhoques subirem é que estarão cozidos. Se puder, substitua parte da farinha de trigo comum por outra que seja integral. E o molho? Ao gosto do freguês…

Engrossando o caldo
Cozinhe um ou dois inhames junto com o feijão, que eles desmancham e o caldo fica bem grosso.

DE FORNO

Bolinhos de inhame
Cozinhe, descasque e amasse ligeiramente os inhames com um pouco de cebola ralada, cebolinha verde picadinha ou alho-porró em fatias fininhas, umas pitadas de cominho e outras de sal; junte farinha de trigo para dar liga, pincele com gema de ovo e asse no forno até a superfície secar. Ou frite.

Forminhas de inhame
Descasque e rale os inhames crus na parte mais fina do ralador, para obter uma papa líquida. Junte fubá de milho ou farinha de arroz integral (que se faz tostando o arroz e batendo aos pouquinhos no liquidificador) até conseguir uma consistência boa, mas ainda úmida. Tempere a seu gosto: com sementes de cominho ou de erva-doce, umas pitadinhas de sal, talvez um queijo ralado ou uma azeitona. Unte forminhas, encha com a massa e ponha em forno bem quente durante cinqüenta minutos.

Pizza de sardinha
Cozinhe, descasque e amasse os inhames; unte um tabuleiro, achate com as mãos bocados do inhame amassado e vá cobrindo com eles o fundo e os lados do tabuleiro. Asse quinze minutos em forno alto. Numa panela, refogue bastante cebola e ponha por cima sardinhas frescas pequenas, abertas, sem espinha, temperadas com alho socado, sal e limão. Deixe cozinhar com tampa por quinze minutos. Tire a massa do forno, despeje o recheio, enfeite com rodelas de tomate ou de pimentão, pique bastante cheiro-verde e espalhe por cima. Leve novamente ao forno por mais dez minutos. Como variação desta receita, você pode não assar a massa antes de colocar o recheio; pode também reservar parte da massa para tampar a pizza, que aí vira um pastelão.

Bolo salgado de inhame
Deixe de molho duas xícaras de triguilho durante duas ou três horas e esprema; junte a duas xícaras de inhame cozido e duas de farinha de arroz. À parte, refogue alguns legumes com um pouco de tempero, mas não deixe cozinhar. Tire do fogo e misture à massa. Ponha numa fôrma untada, espalhe queijo ralado por cima e leve ao forno alto por quinze minutos; aí ponha a chama em ponto médio e deixe mais quinze minutos. Cheirou, está pronto. Acrescente ovos cozidos se quiser um prato mais forte.

Torta de inhame em camadas
Cozinhe, descasque e amasse os inhames; cozinhe e amasse a terça parte de abóbora; refogue uma verdura picadinha tipo espinafre, acelga, agrião, chicória, folhas de nabo ou de cenoura, etc. Unte um pirex com manteiga, ponha uma camada de inhame e sobre ela uma de abóbora; outra de inhame e sobre ela a verdura refogada; mais uma de inhame. Pincele ou não com ovo, enfeite com rodelas de cebola, leve ao forno para secar durante 20 minutos.

SOPAS

Sopa de inhame com misso
O misso, que é desintoxicante, é um alimento tradicional japonês muito usado como tempero, feito de soja fermentada com cereais e sal. Vem em forma de pasta. É muito rico em enzimas, proteínas e vitamina B12, devido ao seu processo de fermentação. Limpa o pulmão dos fumantes, restaura a flora intestinal, e acima de tudo dá um gosto todo especial à sopa. Portanto cozinhe os inhames descascados com o mesmo tanto de água, uma ou duas folhinhas de louro e alguns dentes de alho inteiros; depois bata no liquidificador para obter um creme fino. Acrescente o misso, na base de uma colher de chá cheia por pessoa, ou dissolva com um pouco d’água numa tigelinha e deixe que cada um se sirva como quiser. (Algumas pessoas vão preferir sal.) Cebolinha verde picada, por cima, combina muito.

Creme de inhame com agrião
Faça como na receita anterior; depois de bater no liquidificador devolva ao fogo, ponha sal se for o caso, espere ferver e junte um bom punhado de agrião cru, lavado e cortado. Deixe cozinhar um minuto, apague o fogo e sirva. Com misso, se não tiver posto sal.

INHAME DOCE

Torta de inhame com abacaxi
Cozinhe os inhames, descasque, amasse e forre com essa massa uma assadeira untada; espalhe por cima uma compota de abacaxi feita com sementinhas de erva-doce e cravo-da-índia, quase sem água, pois o abacaxi solta caldo. Leve ao forno quente durante meia hora. Substitua por outra compota, se desejar.

Bolo doce de inhame
Misture duas xícaras de inhame cozido com duas de aveia em flocos e duas de farinha de arroz integral (toste o arroz, bata no liquidificador em pequenas porções); meio litro de suco de laranja (ou outro líquido doce, como chá de estévia, ou leite de coco adoçado com melado); uma colher de sopa de manteiga, se quiser; umas pitadas de noz-moscada e canela em pó; frutas secas e castanhas picadas, ou banana madura em rodelas. A consistência da massa deve ser pastosa, nem aguada nem dura. Unte uma fôrma e leve ao forno quente durante meia hora, mais ou menos, mantendo a chama alta durante quinze minutos e baixando então para um ponto médio. Você sabe que o bolo está no ponto quando cheira. A partir daí ele vai secando, e quanto mais tempo ficar no calor, mais firme será sua consistência. Se quiser um bolo mais fofo, junte uma colherinha de café de bicarbonato de sódio dissolvida em suco de laranja no final do preparo da massa. Esse bolo dá um ótimo panetone quando leva frutas cristalizadas e é assado em fôrma alta.

Biscoitos de inhame
A massa é a mesma do bolo. Unte um tabuleiro e despeje com a colher pequenas porções. Asse em forno alto até chegar ao ponto desejado. Como todo biscoito que leva aveia, este também só endurece depois que esfria.

Mousse de inhame com ameixa
Ponha no liquidificador uma parte de inhames cozidos com uma parte de ameixas-pretas, sem caroço, cozidas com canela; aproveite a calda para bater a massa. Repita a receita usando maçãs ou bananas em compota em vez de ameixas. Para fazer a compota, não é necessário adoçar, pois essas frutas já têm bastante açúcar natural. Basta que estejam bem maduras. Leva-se ao fogo baixo, em panela tampada, com uma pitadinha de sal e só um dedinho de água. Quanto mais cozinharem, mais doces ficam.

 Post (em azul) republicado do blog Sonia Hirsch, com autorização da jornalista e escritora promotora da saúde.

vale mais

 Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana 

 vale mais não se responsabiliza por: alterações de preços; ausência de produtos em lojas físicas, comércio online, estoques e tampouco durante promoções; links alterados ou corrompidos; informações passadas com incorreções. *Foto Wikipedia.
Anúncios

FEBRE AMARELA – Inhame pode ajudar a prevenir e tratar

Seguro morreu de velho. O ditado popular continua valendo. Por isso já mandei ver na compra de inhame, cormo (não é tubérculo) muito usado por suas propriedades medicinais que pode ajudar na prevenção da febre amarela, doença que começa a se alastrar em grandes cidades. Claro que vacina é a maneira mais eficiente de prevenção!

A compra do gostoso inhame foi incentivada pelo post superbacana da jornalista e escritora ligada a assuntos da saúde Sonia Hirsch, dona do blog que leva seu nome e que gosto de acompanhar.

Inhame ou taro é um tubérculo que pode ser bom aliado na prevenção e tratamento da febre amarela, diz a jornalista e escritora Sonia Hirsch

Ninguém melhor do que a Sonia para explicar dos benefícios do inhame quando o assunto é febre amarela, dengue e até malária. Olha só o que ela diz do “cabeludo”:

A saúde é simples, as doenças é que são complicadas.

Por séculos e séculos as populações tropicais sobreviveram comendo apenas o que dava no local onde tinham suas aldeias. Nas regiões úmidas, ladeando as grotas onde grassavam mosquitos, sempre houve fartura de inhame – na Ásia, na África, na América do Sul. Fácil de colher, fácil de preparar e ainda por cima gostoso, o inhame se tornou um dos principais alimentos básicos desses povos.

O que não se sabia é que, durante séculos e séculos, o pequeno e cabeludo inhame estava protegendo as gentes da malária, da dengue, da febre amarela. E eis que chegou a mandioca, aipim, também deliciosa e fácil. Que além do mais dava boa farinha, própria para guardar ou fazer pão, goma para a tapioca de cada dia e ainda bebidas alcoólicas como cauim, alué e tiquira, que ajudavam a esquecer e sonhar. O inhame ficou pra lá. As gentes começaram a morrer de malária, de dengue, de febre amarela. Isso foi muito bem observado na África, onde as roças de inhame foram substituídas por seringais.

Comer inhame continua funcionando para evitar e tratar as doenças transmitidas por mosquitos. Há algo no inhame, talvez o altíssimo teor de zinco, que neutraliza no sangue o agente infeccioso transmitido pelo mosquito. Diz o povo que é seu visgo que tem poderes. Não se sabe ao certo. A pesquisa científica ainda não se interessou.

Até pouco tempo atrás circulava nas farmácias um tônico centenário à base de inhame e salsaparrilha, o Elixir de Inhame Goulart, usado até como coadjuvante no tratamento de sífilis. A Anvisa não renovou a licença por falta de comprovação da eficácia. Nada corre mais perigo hoje em dia do que uma coisa barata com propriedades medicinais. (Não confundir com um tal de Elix de Inhame que anda por aí, querendo ocupar o lugar do outro sem nada de suas virtudes.)

Mas o inhame ainda está nas feiras e mercados para quem quiser se beneficiar dele. Cru, cozido, amassado, em sopa, em creme, em caldo, batido com água de coco ou como massa de pizza: veja aqui as receitas do livrinho Inhame Inhame, Coma e Ame! Bom, barato, gostoso. Para quem acredita mais na saúde do que na doença.

 Post (em azul) republicado do blog Sonia Hirsch, com autorização da jornalista e escritora promotora da saúde.

vale mais

 Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana 

 vale mais não se responsabiliza por: alterações de preços; ausência de produtos em lojas físicas, comércio online, estoques e tampouco durante promoções; links alterados ou corrompidos; informações passadas com incorreções. Foto do blog.

BARATO E SAUDÁVEL – Como fazer 1 litro de leite de coco com R$ 5

O manjar de coco com calda de ameixa do final de semana pode ficar bem mais delicioso se o leite da fruta for feito em casa. É bem fácil, pois o leite vegetal só exige dois ingredientes: coco seco e água filtrada. E barato: com R$ 5 pode-se fazer cerca de 1 litro em casa.

Leite de coco feito em casa, mais saudável e mais gostoso

Além da fruta que se compra em supermercados, feiras ou até em mercadinhos de bairro, são necessários um abridor de coco ou de vinho, coador de voal e uma faca (ou cutelo) ou martelo de carne (ou amassador de feijão).

Coco seco, foto de Йоана Петрова*

Vamos à receita de leite de coco caseiro:

1 coco seco grande ou 2 pequenos

700 a 800 ml de água filtrada

BARATO E SAUDÁVEL – Como fazer um coador para suco verde e leite vegetal

Como fazer:

1.Tire a água do coco seco usando um saca-rolhas ou abridor de coco verde (se tiver ponta fina);

2.Coloque no bico do fogo e aqueça para que a polpa se solte da casca dura;

Leve o coco seco já sem água direto no bico do fogão para aquecer e a polpa se soltar da casca; com a ajuda de um faca grande ou cutelo, quebre o coco e o abra; se a polpa não se soltou da casca, volte um pouco ao fogo até que se solte; tire a polpa com uma faca ou colher

3.Com uma faca mais pesada ou até amassador de feijão, bata no coco até que ele se quebre. Não precisa colocar muita força, mas jeito;

4.Com uma faca, tire a polpa da casca dura. Às vezes o aquecimento no bico do fogão não foi suficiente. Volte os pedaços até que consiga soltar a polpa (foi o que aconteceu comigo desta vez);

Descascador de legumes ajuda na hora de tirar a pele da polpa do coco seco

5.Com um descascador de legumes ou faca, tire a pele da polpa;

BARATO E SAUDÁVEL – Como fazer 1,5 litro de leite de amêndoas com R$ 6

6. Corte em pedaços pequenos e coloque no liquidificador;

Corte a polpa do coco em pedaços pequenos; leve ao liquidificador e acrescente 2/3 da água filtrada; bata por alguns minutos até que saia o leite da polpa; coloque no coador de voal, torça para coar e volte a polpa ao liquidificador para bater novamente

7.Coloque quase toda a água quente (não fervente) no copo do liquidificador e bata por alguns minutos;

8.Despeje o leite batido com a polpa em uma caneca previamente preparada com o coador de voal. Siga coando com as mãos até que fique somente a polpa no coador;

9.Volte a polpa seca e batida no liquidificador e coloque o restante da água. Se a água não foi suficiente para bater, retorne mais um pouco do leite de coco já coado em quantidade suficiente para bater novamente tudo. Bata por alguns minutos;

10. Coe novamente até que fique somente a polpa no coador. Pronto!

Leite de coco pronto: 1 coco seco grande rende até 1 litro do leite vegetal feito em casa

Você já pode utilizá-lo em doces, flans, sorvetes, picolés, pudins e smoothies.

Logo whatsapp Receba as boas notícias de vale mais no celular 📲. Crie um contato para vale mais no número  011 9 9985-3577 e envie a frase Eu quero no WhatsApp. Pronto!

Dicas:

  • Quando se aproveita bema polpa extraindo todo o leite em duas vezes, o resíduo fica praticamente sem gosto do coco. Pode-se aproveitar para bolos, se quiser. Mas não substituirá o coco ralado fresco, já que a fruta teve seu suco extraído.
  • Como qualquer outro preparo ou bebida comprada pronta, guarde na geladeira por até 2 dias, sinta o cheiro e experimente o leite de coco antes de utilizá-lo.

Dica de compra: coadores orgânicos ou de voal da Loja Pau-Brasil:

Elo7

vale mais

 Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana  

 vale mais não se responsabiliza por alterações de preços; ausência de produtos em lojas físicas, comércio online, estoques e tampouco durante promoções; links rompidos ou inexistentes; informações enviadas com incorreções. Preço de dezembro de 2017. Fotos do blog e com licença Creative Commons: *Flickr, fevereiro de 2011.

COMO FAZER – Bolo de banana, maçã e aveia sem açúcar

O café da manhã e lanche da tarde podem ficar bem saudáveis com um bolo cheio de ingredientes comuns ao nosso dia a dia. A banana e a maçã combinam muito bem com a aveia – não precisa de trigo. Resultado: um bolo doce na medida, gostoso sem açúcar!

Bolo de banana, maçã e aveia sem açúcar – na foto fiz 1/2 receita e ficou doce e gostoso

Para dar uma pitada extra de gostosura, um toque de canela.. Vou à receita de bolo de banana e maçã zero açúcar:

👍 Vem curtir vale mais no Face!

COMO FAZER BOLO – Óleo de coco pode ajudar a soltar da forma

Aveia em flocos, Marco Verch*

Ingredientes:

  • 4 bananas nanicas médias a grandes
  • 4 maçãs
  • 2 xícaras de farinha de aveia
  • 3 ovos
  • 1/2 xícara de óleo
  • 1 colher de chá de canela em pó
  • 1 colher de fermento em pó

Como fazer:

  1. Ligue o forno a 180 graus. Bata as claras em neve e reserve.
  2. Unte e enfarinhe a forma ou use um desmoldante.
  3. Descasque e pique as bananas e três maçãs e bata no liquidificador ou mixer com as gemas e o óleo até formar uma massa cremosa.
  4. Enquanto isso, descasque e pique uma maçã em cubinhos pequenos (1 cm), acrescente a canela, misture e reserve.
  5. Acrescente a farinha de aveia (se não tiver farinha, use sua aveia em flocos e bata no liquidificador antes que dá certo) a essa massa.
  6. Na mão, acrescente a maçã picada e depois as claras em neve, mexendo de baixo para cima.
  7. Por último, o fermento em pó, mexendo sempre de baixo para cima.
  8. Coloque na forma untada e enfarinhada com a farinha de aveia e leve ao forno por cerca de 35/40 minutos ou fazendo o teste do palito, que deve sair seco do bolo.
O bolo fica fofinho, doce na medida (sem açúcar ou mel) e um pouco úmido com os pedacinhos de maçã e vai muito bem no café da manhã

COMO FAZER BOLO – Casquinhas de laranja cristalizadas combinam com chocolate

vale mais

Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana

 vale mais não se responsabiliza por alterações de preços; ausência de produtos em lojas físicas, comércio online, estoques e tampouco durante promoções. Imagens do blog e *Licença Creative Commons, maio de 2017.

COMO FAZER BOLO – Casquinhas de laranja cristalizadas combinam com chocolate

Unir dois doces gostosos em um, feito direto das suas mãos. Bolo de chocolate com casquinhas de laranja cristalizadas. Uau, ambs as receitas já foram publicadas aqui no blog (veja links abaixo) para que agora eleas estivessem unidas para deixar o café da manhã ou lanche mais charmosos e cheios de afeto.

Bolo de chocolate com casquinhas de laranja, charmoso, perfumado e um barato de se fazer

Além de tudo, um bolo feito em casa com ingredientes baratos que resultam em uma delícia diferente é beeem mais barato que comprar na loja de bolos de grife.

GOSTOSO E BARATO – Como fazer casquinhas de laranja em casa

Pacote de 1 quilo de cacau belga _pode ser encontrado em pacotes de até 100 gramas por cerca de R 5
Pacote de 1 quilo de cacau belga _pode ser encontrado em pacotes de até 100 gramas por cerca de R 5
Logo whatsapp Receba as boas notícias de vale mais no celular 📲 . Crie um contato para vale mais  no número  011 9 9985-3577 e envie a frase Eu quero no WhatsApp. Pronto!

COMO FAZER BOLO – Óleo de coco pode ajudar a soltar da forma

Receita de bolo de chocolate com casquinha de laranja

  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 2 colheres bem cheias de cacau em pó
  • 1 e 1/2 xícara de açúcar
  • 3 ovos
  • 1/2 xícara de óleo (milho ou girassol)
  • 1/2 xícara de maçã (tipo purê, sem água)
  • 1 e 1/2 xícara de suco de laranja quente
  • 1 colher de sopa de fermento em pó
  • 90 gramas de casquinhas de laranja cristalizadas cortadas em quadradinhos bem pequenos
Casquinhas de laranja cristalizadas para serem cortadas para o bolo de cholcolate

Modo de fazer:

1 – Acenda o forno a 180 graus (fraco ou médio-fraco);

2 – Peneire o cacau e a farinha de trigo;

3 – Unte a forma com óleo e polvilhe com chocolate ou use um desmoldante – COMO FAZER BOLO – Sabendo untar não vai grudar;

As claras em neve devem ser misturadas por último, na mão
As claras em neve devem ser misturadas antes do fermento, na mão

4 – Bata as claras em neve com uma pitada de sal e reserve.

5 – Bata as gemas, açúcar, o purê ou suco de maça e o óleo até formar uma massa homogênea.

6 – Na mão, acrescente a farinha de trigo e o chocolate já misturados, mais o suco de laranja, alternadamente;

7 – Acrescente as claras em neve com movimentos de baixo para cima;

8 – Adicione o fermento em pó;

9 – Por último, junte as casquinhas de laranja previamente cortadas e passadas no trigo (para que não “caiam” no fundo da forma.

As casquinhas de laranja ficam bem destacadas e bem distribuídas no bolo de chocolate

10 -Coloque na forma com tubo (tipo de pudim) e asse em forno baixo (180/200 graus) por uns 35/40 minutos ou até que esteja assado . Cheque com um palito de dentes: se sair seco, hora de desligar o forno.

11 – Retire do forno, coloque em local sem vento e, quando amornar, desenforme.

Está pronto seu bolo todo feito em casa, incluindo o recheio charmoso.

A forma de coração recebe bem o chocolate

DICA: Use cacau em pó de boa marca, como o Callebaut ou Fabbri. Se usar chocolate, diminua para 1 xícara a quantidade de açúcar.

vale mais

Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana

 vale mais não se responsabiliza por alterações de preços; ausência de produtos em lojas físicas, comércio online, estoques e tampouco durante promoções. Imagens do blog.

GOSTOSO E BARATO – Gengibre e hortelã refrescam o picolé de abacaxi

Primavera com temperaturas altas já anunciando a chegada do verão. Tempo de despertar para começar a fazer picolés em casa. Desta vez investi em uma das frutas com mais cara de Brasil que a gente conhece: abacaxi. A época propicia frutas bem doces e combinações simples que resultam em sabores deliciosos e super refrescantes.

Picolés de abacaxi, gengibre e hortelã, super refrescantes

Além de fácil, barato e gostoso, os abacaxis adoçam a boca sem adição de açúcar mas com ingredientes como a banana. Ou refrescam com sabor ardidinho do gengibre ou hortelã.

Pra resumir: zero açúcar, zero lactose, zero gordura e zero glúten. Mais uma vez, receitas de picolé saudável, barato e muito gostoso.

Vamos aos ingredientes:

Abacaxi, foto de Rob Bertholf, fevereiro de 2014*
  • 1 abacaxi pérola grande ou 2 pequenos
  • 1 ou 2 bananas (usei prata)
  • 8 a 10 folhas de hortelã
  • 1 pedaço de gengibre de 2 a 4 cm
  • 2 a 3 pêssegos maduros (nacional ou importado)
Corte as bananas em rodelas, nem precisam ser muito finas, , foto de Brook Ward, fevereiro de 2015
Corte as bananas em rodelas, nem precisam ser muito finas,  foto de Brook Ward, fevereiro de 2015*

Acompanhe as três receitas com a fruta que preparei pra você:

1 – Receita de picolé de abacaxi refrescante com gengibre, hortelã e banana (opcional): 

As pitadinhas do hortelã dão um charme e um perfume incrível ao picolé de abacaxi com gengibre

Corte o abacaxi em pedaços e despreze o miolo.

Acrescente as folhas de hortelã e as rodas de gengibre e use um mixer ou liquidificador para fazer o suco das frutas.

Preencha a forma de picolé com o suco e leve ao freezer.

Depois de 30 minutos, coloque os palitos bem centralizados.

Mais 3 horas e meia estarão prontos!

DICA: Experimente o suco, pois se o abacaxi não estiver tão doce, você pode acrescentar 1/2 banana, se quiser.

+ Como fazer o picolé mais fácil do mundo

2 – Receita de picolé de abacaxi com pêssego e banana

Picolés de abacaxi com pêssego e um tiquito de banana (opcional)

Descasque o abacaxi e os pêssegos e corte em pedaços. Despreze o miolo do abacaxi.

Descasque 1 banana e corte em rodelas (não precisa ser fina)

Bata em uma pequena caneca com um mixer ou use o liquidificador. Não precisa adicionar água.

Pêssegos, foto de Derrick Brutel, setembro de 2016*

Coloque nas formas e leve ao freezer.

Depois de 30 minutos, acrescente os palitos.

Mais 3 horas e meia estarão prontos!

DICA: No mixer, um pouco da fibra do abacaxi que não foi processada fica grudada na base. Retiro apenas isso e já coloco nas formas de picolés. Se preferir, passe na peneira grossa.

Logo whatsapp Receba as boas notícias de vale mais no celular 📲 . Crie um contato para vale mais  no número  011 9 9985-3577 e envie a frase Eu quero no WhatsApp. Pronto! IMPORTANTE: seu número não aparece para ninguém!

3 – Receita de picolé de abacaxi com banana:

O abacaxi em picolés vai bem sozinho (2 na parte de baixo) ou com banana, para deixá-lo ainda mais doce e cremosinho

Descasque e corte em pedaços o abacaxi e a banana. Despreze o miolo do abacaxi.

Bata em uma pequena caneca com um mixer ou use o liquidificador. Não precisa adicionar água.

Coloque nas formas e leve ao freezer.

Depois de 30 minutos, acrescente os palitos.

Mais 3 horas e meia estarão prontos!

DICA: Se o abacaxi estiver bem doce, use apenas 1/3 ou 1/2 de uma banana para dar um pouco de cremosidade, sem adoçar demais.

 

Geladinho detox – receita pra detonar o calor e os excessos do garfo

vale mais

Folhas selecionadas de hortelã fresca

 Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana  

 vale mais não se responsabiliza por alterações de preços; ausência de produtos em lojas físicas, comércio online, estoques e tampouco durante promoções. Imagens do blog e * com licença Creative Commons.

EU VOTO – Qual casquinha 🍦 você prefere?

Temperaturas altas pegando a gente em plena primavera. O jeito é se refrescar com uma casquinha 🍦 de baunilha, chocolate ou ambas, juntas e meio misturadas. As grandes redes de fast food têm suas versões com preços parecidos: Bob’s por R$ 2,00, e Burger King e McDonald’s, R$ 2,50.

Enquete: casquinhas do Bob’s, Burger King e McDonald’s em votação

E como são muito, muito parecidas, estão no ponto para uma enquete aqui no blog vale mais! Participe!

Quais casquinhas já experimentou? (múltipla escolha)

E qual a sua preferida?

Sua opinião é muito importante! Obrigada.

EU VOTO – Melhor receita de picolé para aplacar o calor

Logo whatsapp Receba as boas notícias de vale mais no celular 📲 . Crie
 um contato para vale mais  no número  011 9 9985-3577
 e envie a frase Eu quero no WhatsApp. Pronto!

vale mais

Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana