Arquivo da tag: Alimento

BARATO E SAUDÁVEL – Como fazer 1 litro de leite de coco com R$ 5

O manjar de coco com calda de ameixa do final de semana pode ficar bem mais delicioso se o leite da fruta for feito em casa. É bem fácil, pois o leite vegetal só exige dois ingredientes: coco seco e água filtrada. E barato: com R$ 5 pode-se fazer cerca de 1 litro em casa.

Leite de coco feito em casa, mais saudável e mais gostoso

Além da fruta que se compra em supermercados, feiras ou até em mercadinhos de bairro, são necessários um abridor de coco ou de vinho, coador de voal e uma faca (ou cutelo) ou martelo de carne (ou amassador de feijão).

Coco seco, foto de Йоана Петрова*

Vamos à receita de leite de coco caseiro:

1 coco seco grande ou 2 pequenos

700 a 800 ml de água filtrada

BARATO E SAUDÁVEL – Como fazer um coador para suco verde e leite vegetal

Como fazer:

1.Tire a água do coco seco usando um saca-rolhas ou abridor de coco verde (se tiver ponta fina);

2.Coloque no bico do fogo e aqueça para que a polpa se solte da casca dura;

Leve o coco seco já sem água direto no bico do fogão para aquecer e a polpa se soltar da casca; com a ajuda de um faca grande ou cutelo, quebre o coco e o abra; se a polpa não se soltou da casca, volte um pouco ao fogo até que se solte; tire a polpa com uma faca ou colher

3.Com uma faca mais pesada ou até amassador de feijão, bata no coco até que ele se quebre. Não precisa colocar muita força, mas jeito;

4.Com uma faca, tire a polpa da casca dura. Às vezes o aquecimento no bico do fogão não foi suficiente. Volte os pedaços até que consiga soltar a polpa (foi o que aconteceu comigo desta vez);

Descascador de legumes ajuda na hora de tirar a pele da polpa do coco seco

5.Com um descascador de legumes ou faca, tire a pele da polpa;

BARATO E SAUDÁVEL – Como fazer 1,5 litro de leite de amêndoas com R$ 6

6. Corte em pedaços pequenos e coloque no liquidificador;

Corte a polpa do coco em pedaços pequenos; leve ao liquidificador e acrescente 2/3 da água filtrada; bata por alguns minutos até que saia o leite da polpa; coloque no coador de voal, torça para coar e volte a polpa ao liquidificador para bater novamente

7.Coloque quase toda a água quente (não fervente) no copo do liquidificador e bata por alguns minutos;

8.Despeje o leite batido com a polpa em uma caneca previamente preparada com o coador de voal. Siga coando com as mãos até que fique somente a polpa no coador;

9.Volte a polpa seca e batida no liquidificador e coloque o restante da água. Se a água não foi suficiente para bater, retorne mais um pouco do leite de coco já coado em quantidade suficiente para bater novamente tudo. Bata por alguns minutos;

10. Coe novamente até que fique somente a polpa no coador. Pronto!

Leite de coco pronto: 1 coco seco grande rende até 1 litro do leite vegetal feito em casa

Você já pode utilizá-lo em doces, flans, sorvetes, picolés, pudins e smoothies.

Logo whatsapp Receba as boas notícias de vale mais no celular 📲. Crie um contato para vale mais no número  011 9 9985-3577 e envie a frase Eu quero no WhatsApp. Pronto!

Dicas:

  • Quando se aproveita bema polpa extraindo todo o leite em duas vezes, o resíduo fica praticamente sem gosto do coco. Pode-se aproveitar para bolos, se quiser. Mas não substituirá o coco ralado fresco, já que a fruta teve seu suco extraído.
  • Como qualquer outro preparo ou bebida comprada pronta, guarde na geladeira por até 2 dias, sinta o cheiro e experimente o leite de coco antes de utilizá-lo.

Dica de compra: coadores orgânicos ou de voal da Loja Pau-Brasil:

Elo7

vale mais

 Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana  

 vale mais não se responsabiliza por alterações de preços; ausência de produtos em lojas físicas, comércio online, estoques e tampouco durante promoções; links rompidos ou inexistentes; informações enviadas com incorreções. Preço de dezembro de 2017. Fotos do blog e com licença Creative Commons: *Flickr, fevereiro de 2011.
Anúncios

FIM DE ANO SAUDÁVEL – Nutricionistas ensinam como se alimentar sem excessos

E preciso ficar alerta para evitar os excessos do garfo no Natal e no Reveillon. É ceia, é macarrão, peru, doce, frutas secas, champanhe, espumante, vinho, cerveja. Haja corpo para tantas calorias.

Prato de frutas, uma boa opção para as festas de final de ano

“É muito importante participar, não se privar. Mas o melhor é ter uma postura de degustação. Normalmente, a variedade é muito grande e o ideal é comer pequenas porções daquilo que é de sua preferência. Defina prioridades, ou seja, se você gosta mais de doce, não exagere na parte salgada”, ensina a nutricionista Luciane Felix.

A farta oferta de alimentos diferentes estimula o consumo sem regras e muitas pessoas acabam também se esquecendo da alimentação adequada que deve ser praticada todos os dias para manter o organismo saudável.

Como a abundância de alimentos festivos costuma se estender até o primeiro dia de janeiro, é fundamental não se esquecer da alimentação adequada.

“A alimentação saudável deve ser praticada nessa época do ano. Frutas, legumes e verduras são alimentos que proporcionam um bom funcionamento do organismo como um todo e, especificamente neste caso, do fígado, já que há ali uma sobrecarga de produtos mais gordurosos e, para algumas pessoas, o consumo de bebida alcoólica”, explica a nutricionista.

“Então, se há uma chance de ter durante o dia refeições com esses bioativos (substâncias presentes em verduras, legumes e frutas que favorecem a nossa saúde e contribuem para o bom funcionamento dos órgãos), não deixe de lado”, recomenda.

O alerta vem, também, da nutricionista Silvia Moriyama. “Muitas pessoas não fazem as refeições normais nos dias de festa. O ideal é manter a rotina e até mesmo fazer um lanche saudável antes de sair, para evitar os excessos e ser mais seletivo”, explica Silvia.

Veja o vídeo com dicas da nutricionista Silvia Moriyama:

 ❤ Receba as boas notícias de vale mais no celular 📲.
Salve o número
011 9 9985-3577 e
envie a frase Eu Quero no WhatsApp. Pronto!

vale mais

 Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana  

 vale mais não se responsabiliza por alterações de preços; ausência de produtos em lojas físicas, comércio online, estoques e tampouco durante promoções; links rompidos ou inexistentes; informações enviadas com incorreções. Imagens dos sites das empresas citadas. Com Saúde Brasil Portal.

ECONÔMICO E SAUDÁVEL – 4 dicas para se preparar marmitas

Não é difícil manter uma alimentação saudável com o uso de marmitas no dia a dia. É bem possível optar por alimentos in natura, nutritivos e fáceis de encontrar e preparar, e os minimamente processados. Veja as principais dicas para se preparar uma boa marmita para se levar ao escritório:

Os cuidados para se preparar a marmita incluem escolher bem os alimentos*

1 – Como selecionar os alimentos:

Dê preferência para alimentos frescos, da estação, e para os comprados nas feiras locais. Uma boa opção para ajudar na compra é nosso Guia de Alimentos Regionais, que traz informações de como comer e preparar a refeição, uma lista de possíveis substituições para as preparações desenvolvidas, ressaltando a diversidade cultural brasileira.

ECONÔMICO E SAUDÁVEL – 7 novas marmitas coloridas e práticas

2 – Como preparar os alimentos:

Os legumes e as verduras devem ser cozidos por menos tempo do que o habitual, pois alguns alimentos podem amaciar quando congelados.

Na preparação das carnes, faça-as sempre assadas ou grelhadas. Além de a fritura não ser saudável, não é bom congelar.

Use menos tempero e sal antes do congelamento para que durante o processo de descongelamento e preparação, o tempero fique fresco.

Depois de cozinhar, a preparação deve ser resfriada rapidamente. Mergulhe a panela sem tampa em água com gelo para interromper o cozimento e conservar bem os alimentos.

Marmita com macarrão integral de forno, receita do livro do chef Andre Boccato, aqui

O mais importante no processo de congelamento é: quanto mais rápido o alimento for resfriado, melhor, pois ficará menos tempo em temperatura que favoreça o crescimento de microorganismos.

A sugestão é colocar o alimento em recipientes mais rasos, aumentando a área de resfriamento e com isso acelerando o processo. Colocar a panela em recipiente com água gelada ajuda a reduzir a temperatura de forma mais rápida também. Deixe sair o vapor, cubra o alimento e coloque-o para resfriar em geladeira ou diretamente no freezer.

3 – Como guardar os alimentos:

Ao levar sua comida para freezer, lave bem os recipientes antes de usá-los e, preenchidos, verifique se estão bem fechados.

Use potes, de preferência, transparentes.

Fique atento para os prazos de validade – (temperatura inferior a 5ºC) e um mês no freezer (não acima de -18ºC) e podem ser armazenados por até 90 dias. Lembrando que a temperatura do congelador (que fica na parte de cima da geladeira) é inferior ao do freezer, sendo de aproximadamente -6ºC, fazendo com que o tempo de armazenamento também diminua (aproximadamente 20 dias).

 ❤ Receba as boas notícias de vale mais no celular 📲.
Salve o número
011 9 9985-3577 e
envie a frase Eu Quero no WhatsApp. Pronto!

4 – Riscos de congelar e descongelar a comida:

O processo de congelamento e descongelamento da comida vai interferir de alguma forma nas características dos alimentos, como textura, sabor, umidade. No entanto, se feito de forma adequada, pode facilitar o dia a dia.

Marmita com comida saudável é simples e tranquilo de se preparar*

No entanto, quando um alimento for congelado e depois descongelado, não deve ser congelado novamente, pois além de interferir na qualidade, aumenta o risco de contaminação por bactérias e outros microorganismos – que podem se aproveitar da mudança de temperatura para se multiplicar no alimento e colocar em risco a saúde de quem o comer.

Não descongele os alimentos à temperatura ambiente. Utilize o forno de microondas se for prepará-lo imediatamente ou deixe o alimento na geladeira até descongelar.

As carnes devem ser descongeladas dentro de recipientes. Os micróbios patogênicos multiplicam-se rapidamente em temperatura ambiente. Durante o descongelamento, a carne produz sucos que podem contaminar outros alimentos com micróbios patogênicos.

*Com o blog Saúde.

vale mais

 Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana  

 vale mais não se responsabiliza por alterações de preços; ausência de produtos em lojas físicas, comércio online, estoques e tampouco durante promoções; links rompidos ou inexistentes; informações enviadas com incorreções. Imagens *Pixabay e divulgação.

GOSTOSO E BARATO – Como fazer tahine com 2 ingredientes

Não há quem resista a um prato de comida árabe. Se ele sai totalmente das suas mãos, ah, melhor e mais gostoso ainda. Depois da coalhada seca em dois tempos, post de sucesso aqui do blog, a receita é de pasta de gergelim, ou tahine, como é mais conhecido.

Tahine feito em casa, uma receita fácil e barata que só leva 2 ingredientes

Por menos de R$ 2, pode-se fazer quase uma xícara dessa “base” que dá sabor a vários pratos conhecidos. Melhor é que são necessários apenas dois ingredientes.

Pão fresco e babaganuche, foto de Gabriel Hess*

Com o tahine se faz homus e babaganuche e pode-se temperar saladas. Em vez de comprar uma com a pasta pronta, basta um pouco de azeite e um processador ou mini-processador.

⬇️Passo a passo com fotos mais abaixo!⬇️

GOSTOSO E SAUDÁVEL – Como fazer ricota com 2 ingredientes

Gergelim sem pele, ingrediente principal do tahine

Ingredientes do tahine:

  • 1 xícara de gergelim sem pele (branca)
  • 1 a 2 colheres de sopa de azeite
❤ Receba as boas notícias de vale mais no celular 📲.
Salve o número
011 9 9985-3577 e
envie a frase Eu Quero no WhatsApp. Pronto!

Como fazer o tahine:

Em uma frigideira e fogo baixo, torre o gergelim até que fique ligeiramente dourado. Mexa sem parar

1 – Para fazer a pasta, é preciso torrar um pouco a semente: coloque o gergelim em uma frigideira (usei a Rochedo com anti-aderente) em fogo baixo (não vai óleo nem nada) e mexa sem parar. Pode usar uma colher de pau ou bambu.

2 – Quando começar a dourar, retire do fogo e passe para um prato ou forma para esfriar. Cuidado, o gergelim é tão pequeno e sensível que rapidamente pode queimar.

Note como a pasta de gergelim vai se formando, aos poucos, no processador

3 – Coloque em uma outra forma ou prato para esfriar. Já frio, passe o gergelim para um processador e ligue o botão de processamento. Para facilitar o início da formação da pasta, adicione uma colher de sopa de azeite extra-virgem.

4 – Não leva muito tempo. De vez em quando, pare e mexa a pasta, que gruda bastante no fundo e nas paredes do processador até que forme mais óleo.

5 – Parar também é importante para que o motor do processador não queime, pois o uso é grande e o bichinho esquenta!

6 – Se precisar, adicione mais uma colher de sopa de azeite.

Nos momentos finais da pasta de gergelim feita em casa _ o processador trabalhou bem para seu tahine ficar no ponto

7 – Aos poucos, e em menos de 7/8 minutos de processador, forma-se a pasta de gergelim.

Pronto, saindo do processador seu tahine caseiro. Passe a pasta para um vidro bem lavado e seco, com tampa, para conservar na geladeira _até 3 semanas, com certeza.

Use e abuse nos pratos preferidos.

DICAS – Quanto mais você torra as sementes de gergelim na frigideira, mais gosto de defumado ele fica.

vale mais

Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana

 vale mais não se responsabiliza por alterações de preços; ausência de produtos em lojas físicas, comércio online, estoques e tampouco durante promoções; links rompidos ou inexistentes; informações enviadas com incorreções. Imagens do blog e *Licença Creative Commons.

GOSTOSO E SAUDÁVEL – Como fazer ricota com 2 ingredientes

Os dias passam e a certeza aumenta: preparar a nossa comida em casa é saudável e mais barato. Além de tudo, cozinhar é uma tarefa que carrega muito do nosso afeto para com a gente e todos que habitam a casa. Então, hora de aprender a fazer ricota com apenas dois ingredientes!

⬇️Passo a passo com fotos mais abaixo!⬇️

Ricota caseira em cubos feita com apenas 2 ingredientes

Queijo macio e que vai em pratos salgados e doces, a ricota também vai na salada, em cubinhos; no pão francês com sal e azeite. No recheio do pastel com espinafre. Na torta de ricota com uvas passas. No bolo com fubá. Ou em um sofisticado stollen (ainda vou publicar a receita desta delícia).

DELÍCIA – Onde comprar a ricota mais barata de São Paulo

A ricota também tem sido chamada, mesmo aqui no Brasil, de paneer, que é o nome que ganha na Índia e em outros países. Então, quando você encontrar uma receita na Internet em português usando paneer, já sabe o que é.

E vamos ao que interessa, porque fazer ricota é gostoso, fácil e rápido. Ah, mais uma vez, só 2 ingredientes e a ajuda de um coador de algodão ou voal e uns 2 litros de água filtrada.

Ingredientes da ricota caseira: leite e limão, mais a ajuda de um coador de tecido

Ingredientes da ricota caseira:

  • 1 litro de leite integral
  • 2 a 3 colheres de suco de limão
❤ Receba as boas notícias de vale mais no celular 📲.
Salve o número
011 9 9985-3577 e
envie a frase Eu Quero no WhatsApp. Pronto!

Como fazer a ricota caseira:

Para fazer a ricota em casa: 1 – ferva o leite; 2 – adicione o limão; 3 – quando formar o soro na cor esverdeada, hora de tirar rapidamente do fogo

Coloque o leite (usei de saquinho) para ferver em fogo médio (pode ser integral, este aqui das fotos é desnatado. Todos dão certo);

Enquanto isso, esprema o limão e coe. Separe as 2 colheres de sopa do suco e deixe ao lado um pouco mais disponível para usar (se necessário);

Mexa sempre o leite para que não queime no fundo. Cheiro de queimado e pedaços de leite queimado ninguém merece;

Quando ferver, despeje as duas colheres de limão e mexa até que o leite comece a talhar e o surja o soro, que fica ligeiramente esverdeado. É bom usar uma escumadeira para saber se a ricota já está se formando. Caso o leite não talhe rapidamente, use um pouco mais de limão que você já havia separado;

ATENÇÃO, importante tirar do fogo logo que a ricota se forma e, imediatamente, tirar da panela ou caneca para que não fique dura. Manter a maciez é essencial para uma ricota gostosa, apetitosa. Um truque é deixar por perto pedras de gelo para baixar rapidamente a temperatura do soro e evitar que a ricota continue cozinhando e endureça.

Para fazer a ricota: 4 – coalhado, o leite deve ser transferido para um coador; 5 – coloque o leite coalhado em um coador de tecido; 6 – passe em água filtrada ou corrente

Despeje o leite talhado com soro sobre um coador já aberto sobre uma caneca ou peneira grande, como preferir.

Dentro do coador, lave a ricota na água filtrada já separada como se fosse água corrente. Não tenha medo, é para tirar o gosto do limão.

Depois de lavar a ricota, esprema um pouco o coador para tirar o excesso de água.

Para fazer a ricota: 7 – esprema para tirar o excesso de água; 8 – arrume o coador com o leite coalhado sobre uma panela furada; 9 – coloque um peso em cima para formar um bloco para ser cortado em cubinhos

Feche o coador e faça um pacote quadrado ou retangular bem apertadinho. Coloque sobre uma panela com furos, como de cuscuz ou a vapor. Coloque um peso em cima: pode ser um vasilhame de vido grande com água, um jarro cheio de água, uma panela com água. Use o que tem em casa.

A ricota em formato achatado para ser cortada em cubinhos

Depois de 1 hora a ricota está pronta. Pode cortar em cubinhos e guardar em um vidro com tampa hermética. Ou pode amassar com o garfo e fazer um patê.

DICAS – Quando o leite é menos gorduroso ou mesmo zero gordura, a quantidade de ricota produzida é menor que a do leite integral. Faça sua escolha!

Onde comprar coador de algodão: Médio, aqui, grande e médio em algodão cru, sem química de clareamento no tecido, aqui

Coador de algodão para ricota do Mercado Livre, aqui

vale mais

Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana

 vale mais não se responsabiliza por alterações de preços; ausência de produtos em lojas físicas, comércio online, estoques e tampouco durante promoções; links rompidos ou inexistentes; informações enviadas com incorreções. Imagens do blog.

VIDA SAUDÁVEL – Ler rótulos é importante

Edulcorante, maltitol, aspartame e umectante. Você sabe o que são estas substâncias? Em alimentos ultraprocessados, ou seja, que passaram por vários processos até chegar ao consumidor, eles etão muito presentes. E ler o rótulo desses alimentos _e de todos os outros_ antes de consumi-los é muito importante. No rótulo também constam informações como a composição do produto, além de dados nutricionais. Mais avisos do fabricante.

Ler rótulos antes de comprar o produto ajuda a definir os gastos, além de informar a composição do produto

A relações públicas Patrícia Marques já lê rótulos há tanto tempo que virou hábito. O que ela ganha com isso? “Tem muito alimento que parece ser saudável e na verdade não tem nada de saudável. Eles escondem isso com a embalagem. Têm produtos que você acha que não têm açúcar, gordura hidrogenada e na verdade é uma bomba calórica. Eles se disfarçam”, destaca.

 ❤ Receba as boas notícias de vale mais no celular 📲.
Salve o número   011 9 9985-3577 e
envie a frase Eu Quero no WhatsApp. Pronto! 

Depois que começou a conhecer os ingredientes dos produtos, a Patrícia retirou alguns alimentos da dieta dela, principalmente os que têm sódio em excesso. “Leio por cuidado mesmo, pra saber o que estou consumindo. Quem não tem a curiosidade de saber o que são esses nomes acaba ingerindo algo que pode ser ruim pra saúde. Tem que ler o rótulo dos alimentos! Você cria esse hábito e te ajuda a fazer as escolhas certas. Se comer errado, tem consciência do que está consumindo”, ressalta.

Conhecer a origem dos alimentos

Conhecer a composição daquilo que comemos é ainda mais importante para quem tem algum tipo de alergia alimentar. É o caso do fotógrafo Maurício Zanin, que não pode comer arroz ou derivados. Para evitar transtornos, há anos ele passou a ler os rótulos antes de comer qualquer coisa. “Tem uma quantidade de ingredientes colossal que pode te fazer mal e você não percebe. E você só vai saber quando tem uma reação alérgica forte. A partir de então, eu, minha mãe, minha esposa, antes de comer, lemos o rótulo”, conta.

Zanin lembra que há alguns anos os rótulos eram pouco interessantes e não traziam tantas informações como hoje. A legislação trouxe exigências para a indústria alimentícia. “Ainda têm aqueles mais claros e com letras pequenas. Ai se eu não consigo ler o rótulo eu não como o alimento. Imagine antes, quando não tínhamos o rótulo, quantas crianças não morreram de alergia sem saber o motivo”, lembra o fotógrafo.

A escolha dos alimentos e como ler o rótulo

A coordenadora de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, Michele Lessa, aconselha que criemos o hábito de ler as embalagens dos produtos. “O rótulo nos permite identificar entre os alimentos, qual deles têm menos sódio, menos açúcar, menos gordura. Quais têm ou não conservantes, de preferência os que não tenham. Se têm ou não glúten, para aquelas pessoas quem têm doença celíaca. O rótulo nos permite identificar se o produto está vencido ou não, quando observamos o prazo de validade do alimento”.

Outra dica da Michele é evitar alimentos com aditivos, edulcorantes e conservantes. “Quanto mais dessas substâncias que têm nomes esquisitos, pouco familiares, que não temos em casa, menos saudável o alimento é. Por isso precisamos optar por produtos orgânicos e preferir alimentos in natura ou minimamente processados. Além de limitar o consumo de alimentos processados e evitar os ultraprocessados”, ressalta.

Cabem às empresas que produzem alimentos se adequarem às normas de rotulagem dos produtos. É possível denunciar embalagens que não seguem a legislação à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pelo email ouvidoria@anvisa.gov.br, pelo escritório da Vigilância Sanitária mais próxima, direto n Procon ou Ministério Público.

vale mais

 Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana  

 vale mais não se responsabiliza por alterações de preços; ausência de produtos em lojas físicas, comércio online, estoques e tampouco durante promoções; links rompidos ou inexistentes; informações enviadas com incorreções. Imagens dos sites das empresas citadas. Com informações do blog Saúde, do Ministério da Saúde.

🐰 PÁSCOA ECONÔMICA – É fácil fazer Colomba Pascal em casa

A Páscoa está chegando e a melhor solução para não gastar é fazer um bolo próprio para a data, um Colomba Pascal. Além de ser fácil, é gostoso e evita que esvaziemos o bolso na compra de ovos ou de um bolo pronto _que sai caaaroooo…

Colomba Pascal em formato de pomba, típico da receita, foto de Nicola, abril de 2011

Mesmo porque, já foi publicado por aí que fabricantes estão vendendo ovos pesando menos do que está escrito na embalagem. Você não vai querer comprar gato por lebre, nénão?

Frutas cristalizadas

A receita é do site Tudo para Padarias, da empresa Italbrás, que fica em Brasília.

Então, mãos à obra e vai para a cozinha. A boa notícia é que esta receita é relativamente simples e barata. E muita coisa certamente você já tem no armário ou na geladeira ovos, leite, laranja, limão, manteiga.

Faltam as frutas cristalizadas e as amêndoas laminadas, mas no supermercado não é difícil hoje achar um pacote com essa especiaria doce.

Se preferir, você vai encontrar isso a torto e a direito na zona cerealista, no bairro do Brás, centro de São Paulo.

Veja só como é fácil fazer:

Também pode fazer no formato redondo.

Bolo Colomba Pascal, receita prá você por a mão na massa
Bolo Colomba Pascal, receita prá você por a mão na massa ***

Bolo Colomba Pascal – Receita e como fazer:

Amêndoa laminada da Santo Antônio
Amêndoa laminada da Santo Antônio

Ingredientes:

1 xícara de leite morno
2 ovos
suco de 1 laranja
raspas de 1 limão
600 g de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de manteiga
2 tabletes de fermento para pão
4 colheres (sopa) de açúcar

Recheio:
300 g de frutas cristalizadas

Cobertura:
100 g de chocolate amargo (derreta no microondas por 1 minuto)

A Colomba de Pleclown, foto de março de 2013****

100 g de amêndoas fatiadas (coloque no forno para deixá-las crocantes)

Modo de preparo
Misture os ingredientes da massa. Sove bem e então acrescente as frutas cristalizadas. Misture muito bem.

Coloque esta massa na assadeira e deixe crescer por 2 horas. Depois leve ao forno por 40 minutos, em fogo moderado.

Retire do forno, deixe esfriar, e coloque por cima da colomba o chocolate derretido e as amêndoas crocantes.

 vale mais

 Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana  

vale mais não se responsabiliza por alterações de preços e ausência de produtos nas bancas, lojas, sites e/ou estoque, tampouco durante promoções.***Foto do site www.tudoparapadarias.com.br,****Licença Creative Commons.