Arquivo da tag: Arroz

COMIDA – Tabela da USP revela composição de alimentos e pratos brasileiros

Você sabe quantas calorias tem na feijoada que você costuma comer aos sábados? E no bife a cavalo? Com o objetivo de ajudar profissionais da saúde e a população a ter uma alimentação saudável, a USP, Universidade de São Paulo, acaba de lançar a nova complementação da Tabela Brasileira de Composição de Alimentos, também conhecida como TBCA.

A feijoada tem 198 calorias em cada porção média, segundo a tabela da USP, foto de João Guilherme de Carvalho Barbosa, dezembro de 2011

Criada em 1998, está em sua sexta versão e chega na Internet com detalhes da composição nutricional de 1.900 alimentos, incluindo crus e cozidos, produtos manufaturados e pratos compostos. Um verdadeiro Raio X do que o brasileiro come em casa e restaurantes.

Essas informações que formam um verdadeiro tesouro para se ter qualidade de vida e boa alimentação tornam-se públicas graças ao Centro de Pesquisa em Alimentos (FoRC – Food Research Center), pertencente à USP.

Alimentos in natura em foto usada na página da Tabela de Composição de Alimentos da USP

“Apenas 12% do conteúdo é importado de tabelas de outros países. Trata-se do da colaboração de diversos pesquisadores, grupos de pesquisa da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP e de todo Brasil, de alunos de pós-graduação da USP, de profissionais da indústria de alimentos, entre outros, bem como do suporte das agências de fomento”, anuncia a professora Elizabete Wenzel de Menezes, que divide a coordenação do trabalho ao com o professor Franco Lajolo, ambos da FCF e do FoRC.

Nesta última versão, algumas novidades: a composição nutricional das receitas mais comuns consumidas pelos brasileiros – como feijoada, arroz, feijão, entre outros; a possibilidade do usuário fazer buscas por nutrientes específicos (por exemplo: alimentos fontes de proteínas dentro do grupo dos vegetais).

Infelizmente um erro no cálculo de uma refeição que não contabiliza o pudim nas duas vezes que acrescentei na tabela
Cálculo de salada de frutas pode gerar confusão com a medida utilizada

A tabela traz alimentos prontos com sal e sem sal. “Nenhum profissional de nutrição prescreve o arroz ou o feijão crus; por isso, para facilitar a utilização da tabela, a inclusão das preparações é fundamental”, diz Fernanda Grande, pesquisadora do FoRC e doutoranda do PRONUT/USP .

O pão francês de 50 gramas tem 150 calorias na tabela da USP, foto Hamilton Lima, fevereiro de 2006

A ferramenta que calcula a ingestão de energia exige apenas um cadastro para ser utilizada. Basta descrever os alimentos da refeição que a soma surge automaticamente. Mas  infelizmente, ainda não está totalmente resolvida: na busca por salada de frutas, pode haver confusão na informação sobre a quantidade utilizada para o mesmo item. Além, a ferramente não somou o pudim de leite que acrescentei a uma refeição com bife a cavalo e suco de laranja pera. Que pena…

Esta ferramenta, adverte Eliana Giuntini, pesquisadora do FoRC e doutora em nutrição humana aplicada, trata-se de consultas pontuais. Quem deseja mais informações, deve buscar um profissional de nutrição, complementa.

Na tabela, os alimentos estão divididos em grupos, de acordo com a Infoods: cereais e derivados, vegetais, frutas, gorduras, pescados, carnes, leite, bebidas, ovos, açúcar, miscelânea (temperos, café em pó, molho de salada, sal, fermento), dietéticos, industrializados (pós para preparo e produtos desidratados), leguminosas e nozes e sementes.

Referências – As tabelas de composição química de alimentos são a base para praticamente todos os aspectos da nutrição, pois compilam informação sobre valores energéticos e conteúdo nutricional dos alimentos. É a elas que profissionais de nutrição recorrem para montar cardápios e personalizar dietas. São elas que os pesquisadores consultam em busca de dados para embasar pesquisas que envolvem a quantificação de nutrientes em alimentos.

Você pode fazer suas consultas aqui.

Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TBCA). Universidade de (USP). Food Research Center (FoRC). Versão 6.0. São Paulo, 2017. [Acesso em: 20 de outubro de 2017].

Anúncios

RECEITA – Arroz com legumes vai bem na marmita 🍱

Com a falta de grana pegando pesado no orçamento doméstico, a saída é levar marmita 🍱 para o trabalho. É saudável, é legal, é prático e é inteligente. Quem é marmiteiro sabe disso faz tempo… E se você ainda não é, tá mais que na hora de ter a sua e preparar algumas receitas boas.

Arroz com legumes de André Boccato
Arroz com legumes de André Boccato

Hoje vale mais traz a receita de arroz com legumes do chef experimental André Boccato, que está no livro “Marmita Chic e Saudável”. Também jornalista, fotógrafo e editor especializado em gastronomia, Boccato é tão marmiteiro que escreveu e lançou esse livro 📖 especial no final do ano passado. Um sucesso!

São 90 receitas de saladas, acompanhamentos, arroz e risotos 🍚, aves 🐔, carnes 🐄, peixes 🐟, massas 🍝 e sobremesas 🍰. Para ninguém errar na dose, está tudo muito bem organizado. vale mais já abordou o livro em post _leia neste link aqui.

O chef e dono da receita foi curador de gastronomia para a Bienal do Livro de São Paulo e é curador do “Cozinhando com Palavras”, apresentado na Bienal Internacional do Livro de São Paulo, na Feira do Livro de Frankfurt e na edição da Festa Literária de Paraty (Flip) de 2014.

Receita de arroz com legumes para marmita:

Ingredientes:

Ingredientes da receita de arroz com legumes para marmita do livro
Ingredientes da receita de arroz com legumes para marmita do livro “Marmita Chic e Saudável” *

• 1 colher (sopa) de azeite
• 2 colheres (sopa) de cebola picada
• 1/2 dente de alho picado
• 1 tomate pequeno sem pele e sem sementes cortado em cubos
• 1/3 de xícara (chá) de abóbora cortada em cubos pequenos
• 1 pitada de noz-moscada
• 1/2 xícara (chá) de arroz
• sal a gosto
• 1 e 1/4 de xícara (chá) de água fervente
• 1 ovo
• 1 colher (sopa) de cheiro-verde picado

Como preparar:
* Aqueça o azeite e frite a cebola e o alho.
* Junte o tomate, a abóbora, a noz-moscada e o arroz.
* Frite até o arroz ficar transparente e adicione sal e a água.
* Deixe cozinhar, em fogo baixo, até o arroz ficar macio.
* À parte, em uma panela antiaderente, coloque o ovo, o sal, o cheiro-verde e vá mexendo até ficar cozido.
* Misture o arroz com o ovo mexido. Sirva a seguir.

Rendimento: 2 porções – Tempo de Preparo: 35 minutos.

O livro “Marmita Chic e Saudável” pode ser adquirido online por R$ 89,90 até $ 149,90 — Oiii, este preço acompanha uma sacola térmica. Faça sua opção – os links estão no final do post.

Chef André Boccato
Chef André Boccato

Onde comprar o livro de receitas:

Fnac, neste link aqui – Editora Metha, neste link aqui

Livraria Cultura, neste link aqui – Editora Senac SP, neste link aqui

* * * * * * * * * * 

Onde comprar marmitas _clique nos links abaixo:

Economize e coma bem levando marmita ao trabalho
Marmitas siliconadas, fácil de comprar online
Marmita elétrica garante refeição quente
Siliconaram a marmita!
Uma boa marmita vale mais que um prato cheio no quilo

Site do André Boccato, neste link aqui

image*  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  * 

vale mais

 O blog para quem quer curtir coisas boas com pouco dinheiro _ou nenhum!  

Siga a gente nas redes sociais  _ só clicar nos ícones abaixo:

facebook_logo_detail           Twitter_logo_blue           Instagram_Icon_Large           Google+

 vale mais não se responsabiliza por alterações de preços e ausência de produtos nas bancas, lojas, sites e/ou estoque, tampouco durante promoções. Tampouco pela ausência ou alterações de links. Preços pesquisados em 01 de julho de 2015 não incluem frete. Fotos com licença Creative Commons: saleiro: Jaymie Koroluk; arroz: Christina B Castro; ovo: mammal; noz moscada: David Kracht; tomate: Dennis Skley; alho: Gilberto Santa Rosa; azeite: U.S. Department of Agriculture of US; cebola: Winfried; abóbora: bongo vongo; água: mandykoh.