Arquivo da tag: Cartilha

ZIKA, DENGUE E CHICUNGUNYA – Cartilha ensina crianças a combater Aedes aegypti

Olha só, agora assuntos sérios como zika, dengue e chikungunya podem ser melhor compreendidos por crianças através de uma cartilha feita pela Fiocruz, uma instituição do Ministério da Saúde que faz pesquisa e ciência para o bem do país e dos brasileiros.

Capa da cartilha, que, na linguagem de história em quadrinhos, ensina a prevenção de doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti

“Os pequenos mosqueteiros contra dengue, zika e chikungunya” ensina meninas e meninos, através de história em quadrinhos, conceitos de prevenção e combate às doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti.
A cartilha foi elaborada em conceitos que promovem a saúde e que contribuem para a formação de cidadãos conscientes e responsáveis pela construção de ambientes saudáveis, informa a Fiocruz.

FEBRE AMARELA – Saiba os sintomas e como se prevenir

Os personagens Ana, Chico e João conduzem a história em uma linguagem própria para a garotada. Bom para ler sozinho ou junto com pai, mãe, tia, tio, padrinho e vizinho, por que não?

Na cartilha são apresentados conhecimentos, desafios e curiosidades sobre o mosquito Aedes aegypti. Tudo com a ajuda dos personagens Ana, Chico e João, que apresentam os hábitos e comportamentos do Aedes, principal mosquito vetor dos vírus da dengue, zika e chikungunya.

A cartilha inclui joguinhos como um caça-palavras para a criançada aprender sobre o mosquito Aedes

BARRADOS NO BAILE – Telas para janelas protegem contra mosquitos da zika, dengue e febre amarela

A cartilha é maneira e traz jogos como o dos 7 erros, uma ilustração para colorir e um jogo da memória.

Tudo para ajudar a despertar a curiosidade e o olhar da criançada para o conhecimento sobre o mosquito e os principais criadouros utilizados por ele para se multiplicar, além de reforçar as ações de prevenção, incluindo cuidados em casa.

“Sentíamos falta de um material como a cartilha, que objetiva trabalhar conceitos importantes com as crianças nas escolas e em suas casas, com os seus familiares”, afirma Nildimar Honório, do Laboratório de Mosquitos Transmissores de Hematozoários da Fiocruz.

ZIKA, DENGUE – Ataque de repelente contra o Aedes aegypti

Aedes Aegypti, por James Gathany*
Aedes Aegypti, por James Gathany*

Os coautores da cartilha são a pesquisadora Gerusa Gibson e o cartunista Manoel Mayrink. Foram seis meses de produção que ainda tiveram a colaboração de pesquisadores do IOC/Fiocruz, da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz) e do Instituto Nacional de Infectologia (INI/Fiocruz) e ainda de profissionais da Secretaria Estadual de Saúde (SES) do Rio de Janeiro e da Universidade de São Paulo (USP).

“Também tivemos o apoio da Faperj e CNPq e contamos com a colaboração de profissionais da Creche Bertha Lutz, da Fiocruz, onde ocorreu o lançamento”.

Saber como manter a casa ou apartamento sem o mosquito Aedes aegypti é dever de todos, incluindo crianças

No Rio de Janeiro, a  cartilha será distribuída em escolas com apoio das secretarias municipais e Estadual de Educação. “A cartilha tem informações científicas, corretas e precisas, validadas por pesquisadores da área. E mesmo as crianças que ainda não dominam o processo de leitura e de escrita se beneficiam do conteúdo, quando pais e professores leem para elas e executam juntos as atividades”, afirma Nildimar.

Para ler a cartilha com a criançada no computador ou para imprimir e curtir os joguinhos no papel, clique aqui ➡ Os pequenos mosqueteiros contra a dengue, zika e chikungunya

vale mais

 Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana  

 vale mais não se responsabiliza por alterações de preços; ausência de produtos em lojas físicas, comércio online, estoques e tampouco durante promoções; links rompidos ou inexistentes; informações enviadas com incorreções. Imagens da cartilha. Com a Agência Fiocruz de Notícias
Anúncios

SAÚDE & MODA – Um outubro rosa para se prevenir contra o câncer

Outubro é mês de usar rosa. Para quem ainda não sabe, para a gente lembrar de prevenir o câncer de mama, doença que este ano pode acometer 57.960 pessoas, a maioria mulheres.

Sutiã strappy bra detalhe vazado, R$ 29,99 na Marisa, aqui, e camiseta masculina estampada rosa na C&A, R$ 29,90, aqui
Sutiã strappy bra detalhe vazado, R$ 29,99 na Marisa, aqui, e camiseta masculina estampada rosa na C&A, R$ 29,90, aqui
Capa da cartilha sobre câncer de mama, do INCA, do Ministério da Saúde
Capa da cartilha sobre câncer de mama, do INCA, do Ministério da Saúde

Para explicar a doença, como preveni-la, identificá-la e sinais e sintomas de como ela se manifesta, o INCA, Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva publicou um guia disponível na Internet e que trazemos aqui – Câncer de mama: é preciso falar disso.

Faça a sua parte, leia atentamente e compartilhe as informações.

Enquanto isso, faça de seu outubro, rosa!

Roupas e acessórios femininos e masculinos na cor rosa:

Blusa Peplum Quintess com Renda Floral Plus Size, R$ 89,99 na Posthaus, aqui, Camiseta decote V, R$ 14,99 na Posthaus, aqui, e short alto dori fluorescente, R$ 85, na Farm, aqui
Blusa Peplum Quintess com Renda Floral Plus Size, R$ 89,99 na Posthaus, aqui, Camiseta decote V, R$ 14,99 na Posthaus, aqui, e short alto dori fluorescente, R$ 85, na Farm, aqui
AmaroC&ADafiti FarmMarisaPosthausRenner

Logo whatsapp Receba as boas notícias de vale mais no celular 📲 . Crie um contato para vale mais no número  011 9 9985-3577 e envie a frase Eu quero no WhatsApp. Pronto!

vale mais

 Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana  

 vale mais não se responsabiliza por alterações de preços; ausência de produtos em lojas físicas, comércio online, estoques e tampouco durante promoções; links rompidos ou inexistentes; informações enviadas com incorreções. Imagens dos sites das empresas citadas. Preços de 17 de outubro de 2016.

ZIKA – Cartilha ensina prevenção e cuidados com grávidas e recém-nascidos

Aumenta a luta contra os estragos provocados pelo mosquito Aedes aegypti _que pode transmitir a Zika, além da dengue e as febres Chikungunya e amarela. O governo federal atualizou a cartilha que explica sobre a doença e fala dos cuidados que as grávidas devem ter _assim como também os bebês e os bebês nascidos com microcefalia.

As gestantes estão no alvo das campanhas do governo federal contra o Aedes aegypti
As gestantes estão no alvo das campanhas do governo federal contra o Aedes aegypti

GRÁVIDAS:

Às grávidas, uma das recomendações é utilizar em casa telas contra mosquitos em janelas e portas. Fora de casa, a orientação é procurar locais protegidos com telas, mosquiteiros ou outras barreiras disponíveis.

Comparando as barrigas, brincadeira clicada por Daniel Kulinsk*
Comparando as barrigas, brincadeira clicada por Daniel Kulinsk*

Deve-se usar calças compridas e blusas de mangas compridas. Caso as roupas deixem partes do corpo expostas, use repelente nessas áreas.

As grávidas também devem procurar uma Unidade Básica de Saúde para iniciar o pré-natal assim que descobrirem a gravidez para comparecer às consultas regularmente.

A cartilha diz que as grávidas devem ir às consultas uma vez por mês até a 28ª semana de gravidez. A cada 15 dias entre a 28ª e a 36ª semana. E semanalmente do início da 36ª semana até o nascimento do bebê.

Todas devem ir tomar as vacinas indicadas.

Capa da cartilha online com informações sobre o vírus Zika do Ministério da Saúde
Capa da cartilha online com informações sobre o vírus Zika do Ministério da Saúde

BEBÊS:

Diz a cartilha que a amamentação é indicada até o 2º ano de vida ou mais, sendo exclusiva nos primeiros 6 meses de vida.

Caso manchas vermelhas sejam observadas na pele do bebê ou criança, olhos avermelhados ou febre, o correto é procurar um serviço de saúde. Também é importante não dar ao bebê medicamento por conta própria.

BEBÊS COM MICROCEFALIA:

Além dos cuidados gerais para se evitar picadas do mosquito (telas, mosquiteiros e roupas adequadas), o bebê deve ter acompanhamento de rotina na Unidade Básica de Saúde e precisa ser encaminhado para a estimulação precoce, explica a cartilha.

vale mais publicou:

+ ZIKA, DENGUE – Berço com mosquiteiro protege bebês e crianças

Caso o bebê apresente alterações ou complicações (neurológicas, motoras ou respiratórias, entre outras), o acompanhamento por diferentes especialistas poderá ser necessário, a depender de cada caso.

A cartilha completa você pode ler aqui ⇒ Vírus Zika – Informações ao Público – Ministério da Saúde, fevereiro de 2016.

O governo também criou uma forma interativa e divertida para se saber mais sobre as doenças.

Mosquitos em matéria na página do governo federal
O governo criou mosquitos virtuais em site do governo federal para interagir com os internautas

No site brasil.gov.br e em outros sites do governo, três mosquitos virtuais sobrevoam a tela.

Aviso para ir para página de combate ao Aedes aegypti Basta clicar em um deles que surge um aviso com link para se ir à página com todas as informações para se combater o Aedes aegypti. Vale mais conhecer, aqui.

vale mais já abordou a importância da prevenção nestes posts:

+ ZIKA, DENGUE – Mosquiteiro garante sono protegido do Aedes aegypti

+ VÍRUS ZIKA, DENGUE – Ataque de repelente contra o Aedes aegypti

+ Helloou!! Saiba se prevenir contra a dengue

Saiba mais como se prevenir contra a Zika, dengue e outras doenças causadas pelo Aedes aegypti acompanhando o blog. Previna-se!

Onde comprar berços com mosquiteiros:

Abracadabra – Americanas – Mobly –  Walmart

vale mais

 Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana  

Nas redes sociais, é só clicar:

facebook_logo_detail          Logo Pinterest          Twitter_logo_blue          Instagram_Icon_Large          Google+       Logo tumblr azul no transparente

 vale mais não se responsabiliza por alterações de preços; ausência de produtos em lojas físicas, comércio online, estoques e tampouco durante promoções. Imagens dos sites das empresas citadas e *Licença Creative Commons, 12 de janeiro de 2014; Preços pesquisados em 31 de janeiro de 2016 não incluem frete.