Arquivo da tag: Insuficiência cardíaca

GRIPE H1N1 2017 – Portadores de doenças crônicas e comorbidades já podem se vacinar gratuitamente

Desde ontem, pacientes com comorbidades (associação de duas ou mais patologias em uma pessoa) e doenças crônicas passaram a ter prioridade para serem vacinados contra a gripe na campanha de vacinação do Ministério da Saúde 2017.

GRIPE H1N1 2017 – Lista de doenças crônicas que dão direito à vacina grátis para WhatsApp

Vacina contra gripe da campanha do Ministério da Saúde sendo preparada para aplicação no Rio de Janeiro, foto de Tânia Rego, Agência Brasil

Em informe publicado ontem, a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo explica que a campanha deste ano foi feita por etapas porque o Ministério da Saúde, responsável pela distribuição das vacinas, está encaminhando-as aos estados de forma gradativa.

FEBRE AMARELA – Saiba os sintomas e como se prevenir

Isso não quer dizer que as pessoas enquadradas nas etapas anteriores e que ainda não foram vacinadas estejam impedidas de se vacinar. As doses continuam à disposição, respeitando a data de início para cada grupo.

Etapas
A campanha teve início no 10 de abril com a imunização de servidores da saúde dos hospitais. Na segunda etapa, iniciada dia 17, foram vacinados pessoas a partir dos 60 anos de idade e os servidores públicos e privados ligados ao setor da saúde.

Agenda da campanha de vacinação contra gripe em São Paulo

A quinta etapa começa no próximo dia 8 de maio, para professores da rede pública e privada e todos os outros grupos anteriores. O dia 13 de maio será o Dia “D” da campanha.

A meta da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo é imunizar, até 26 de maio, 10 milhões de pessoas, o que corresponde a 80% do total de 12,6 milhões que formam o público-alvo da campanha. As vacinas estão à disposição em mais de 4 mil postos de saúde distribuídos pelo Estado de São Paulo – consulte aqui, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Vacina contra gripe com cepas de vírus para a campanha de vacinação 2017

A vacina, produzida pelo Instituto Butantan, protege contra a gripe A H1N1, e gripes típicas do inverno causadas pelos vírus A/Hong Kong (H3N2) e B/Brisbane.

Cronograma da campanha:
1ª Etapa: a partir de 10 de abril: trabalhadores da saúde em hospitais.
2ª Etapa: a partir de 17 de abril: trabalhadores da saúde de serviços de saúde públicos e privados.
3ª Etapa: a partir de 24 de abril: gestantes, puérperas, crianças com pelo menos 6 meses e até 5 anos de idade e indígenas.
4ª Etapa: a partir de 2 de maio, pacientes com comorbidades e doenças crônicas.
5ª Etapa: a partir de 8 de maio: professores da rede pública e privada e todos os outros grupos anteriores.
13 de maio: Dia “D”.

Para compartilhar as doenças crônicas previstas na campanha, no ➡ computador: baixe as 10 imagens e espalhe como quiser; no ➡ celular: clique nas imagens rapidamente para ver todas; segure o dedo nas escolhidas, segure, salve e envie como preferir; ou clique no botão de compartilhamento de cada uma delas e escolha as redes sociais que quer enviar.

➡ Quem já está cadastrado em programas de controle do SUS, Sistema Único de Saúde, deve ir aos postos que são registrados para receberem a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

➡ Os portadores destas doenças crônicas que não estão cadastrados no SUS devem apresentar prescrição médica na hora de se vacinar.

➡ GRIPE H1N1 – Vacinação gratuita começa dia 17 em todo o país

GRIPE H1N1 – Saiba como se prevenir e se cuidar

A vacina contra gripe é contra-indicada para pessoas com alergia a ovo.

vale mais

 Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana  

 vale mais não se responsabiliza por informações que chegam ao blog com incorreções.Informações oficiais do site da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e da EBC.
Anúncios

GRIPE H1N1 – Lista de doenças crônicas que dão direito à vacina grátis para WhatsApp

Portadores de doenças crônicas como asma e insuficiência cardíaca, pessoas transplantadas e obesos no grau III também têm direito à vacina contra gripe grátis durante a campanha do Ministério da Saúde que começou no último dia 17. São indicações específicas. É bom saber e compartilhar via  WhatsApp _informação é poder! O governo espera vacinar 9,4 milhões de pessoas que se encontram nestas condições em 2017.

➡  Vem curtir vale mais no Facebook para ficar sempre atualizado!
➡  LIBEROU GERAL – Vacina contra gripe de graça para todos a partir de segunda, 5 de junho

Você poderá clicar nos quadrados coloridos (abaixo da foto) com os nomes das doenças crônicas para espalhar fácil fácil no Messenger, Telegram, Facebook, Twitter e outras redes sociais. Tranquilo, dados oficiais do Ministério da Saúde.

Funcionária retira vacina contra gripe do frasco produzido pela Instituto Butantan

Para compartilhar no ➡ computador: baixe as 10 imagens e espalhe como quiser; no ➡ celular: clique nas imagens, salve e envie como preferir, ou clique no botão de compartilhamento e faça suas escolhas.

Se preferir compartilhar todo o conteúdo este post (que traz a lista também em formato de texto, mais abaixo), você pode clicar nos botões apropriados que estão no final.

Vale lembrar que a vacina é uma das formas mais seguras de proteção contra a temida e perigosa gripe H1N1.

➡ Quem já está cadastrado em programas de controle do SUS, Sistema Único de Saúde, deve ir aos postos que são registrados para receberem a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

➡ Os portadores destas doenças crônicas que não estão cadastrados no SUS (veja lista abaixo) devem apresentar prescrição médica na hora de se vacinar.

A vacinação desse grupo prioritário acontece em UBS, Unidades Básica de Saúde, e Centros de Saúde do SUS. Cada Estado determina quando os portadores devem se dirigir aos postos durante a campanha. Consulte o centro de saúde onde costuma ir para se orientar.

 GRIPE H1N1 – Vacinação gratuita começa dia 17 em todo o país

As doenças crônicas que estão incluídas no chamado grupo prioritário da campanha 2017 e suas indicações são iguais as determinadas pelo governo no ano passado. Confira aqui (são as mesmas informações das 10 imagens coloridas que estão acima):

Doença respiratória crônica:

  • Asma em uso de corticoide inalatório ou sistêmico (Moderada ou Grave);
  • DPOC;
  • Bronquiectasia;
  • Fibrose cística;
  • Doenças Intersticiais do pulmão;
  • Displasia broncopulmonar;
  • Hipertensão arterial Pulmonar;
  • Crianças com doença pulmonar crônica da prematuridade.

Doença cardíaca crônica:

  • Doença cardíaca congênita;
  • Hipertensão arterial sistêmica com comorbidade;
  • Doença cardíaca isquêmica;
  • Insuficiência cardíaca.

Doença renal crônica:

  • Doença renal nos estágios 3, 4 e 5;
  • Síndrome nefrótica;
  • Paciente em diálise.

Doença hepática crônica:

  • Atresia biliar;
  • Hepatites crônicas;
  • Cirrose.

Doença neurológica crônica:

  • Condições em que a função respiratória pode estar comprometida pela doença neurológica;
  • Considerar as necessidades clínicas individuais dos pacientes incluindo: AVC, indivíduos com paralisia cerebral, esclerose múltipla, e condições similares;
  • Doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular;
  • Deficiência neurológica grave.
Agenda da campanha de vacinação do contra gripe do Ministério da Saúde em São Paulo

Diabetes:

  • Diabetes Mellitus tipo I e tipo II em uso de medicamentos.

Imunossupressão:

  • Imunodeficiência congênita ou adquirida;
  • Imunossupressão por doenças ou medicamentos.

 Obesos:

  • Obesidade grau III.

Transplantados:

  • Órgãos sólidos;
  • Medula óssea.

Portadores de trissomias:

  • Síndrome de Down;
  • Síndrome de Klinefelter;
  • Síndrome de Wakany, dentre outras trissomias.

GRIPE H1N1 – Saiba como se prevenir e se cuidar

Vacina contra gripe com cepas de vírus para a campanha de vacinação 2017

Além dos portadores de doenças crônicas, todas as pessoas que se enquadram nestes requisitos formam o público-alvo da campanha: pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas – e os funcionários do sistema prisional.

A vacina contra gripe é contra-indicada  para pessoas com alergia a ovo.

A vacina contra gripe usada na campanha do Ministério da Saúde é a trivalente e é produzida pelo Instituto Butantan, de São Paulo.

vale mais

 Boas notícias de como curtir coisas boas com pouca ou nenhuma grana  

 

 vale mais não se responsabiliza por informações que chegam ao blog com incorreções.Informações oficiais do Ministério da Saúde enviadas ao blog em 20 de abril de 2017.